Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Sem inspiração ofensiva, Santa Cruz segura empate e avança na Copa do Brasil

Publicado: quarta-feira,5 de fevereiro de 2020, às 23:24
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Confirmando a expectativa de acionar Didira na equipe titular, o técnico Itamar Schulle surpreendeu ao tirar Jeremias e acionar Augusto Potiguar, que se recuperou de lesão muscular. O restante do time foi o mesmo do que já vinha atuando, com Maycon Cleiton; Júnior, William Alves, Danny Morais e Fabiano; Bileu, Paulinho e Didira; Augusto Potiguar, Mayco Félix e Pipico.

O JOGO - Foi utilizando o regulamento que o Santa Cruz empatou em 0x0 com o Operário de Várzea Grande/MT, no Centro-Oeste do país, e conseguiu classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. Em mais um jogo de poucas chances ofensivas, a Cobra Coral segurou a igualdade no placar e agora aguarda o vencedor da partida entre União Rondonópolis/MT e Atlético/GO.

O primeiro tempo na Arena Pantanal foi sonolento, sem muitas chances claras criadas por ambos os lados. Apesar de precisar da vitória para sair com a classificação, os donos da casa não incomodaram o goleiro Maycon Cleiton. Por outro lado, o Santa Cruz tinha dificuldade para pisar na área do adversário, errando muitos passes no sistema ofensivo.

As posturas das equipes na volta do intervalo davam mostras de que, até pelo caráter eliminatório do jogo, a etapa final será bem mais movimentada. Na bola parada, o Santa Cruz teve uma boa chance de marcar com Fabiano, que recebeu passe de William Alves mas mandou para fora. Já o Operário evoluiu com a entrada de Vandinho, que passou a incomodar a defesa pernambucana.

O tempo foi passando e o Santa Cruz seguia sem conseguir abrir o placar, mantendo o Operário vivo em busca da vitória. Em menos de dez minutos, os mato-grossenses apareceram duas vezes na frente de Maycon Cleiton. Na primeira, Uálisson Pikachu mandou para fora. Depois, Maycon Cleiton evitou que João Guilherme realizasse o drible e seguisse a jogada.

MODIFICAÇÕES - O Santa Cruz voltou com Jeremias no lugar de Augusto Potiguar para o segundo tempo, enquanto o Operário mexeu duas vezes em sequência: saíram Gil Mineiro e Pilar, entraram Vandinho e Kaio Felipe, respectivamente. A segunda mexida coral aconteceu na cabeça de área, quando Bileu pediu para sair e foi substituído por Lucas Gonçalves. A última mexida no Operário mandou Léo Reicherte a campo, saindo Natan. Já o Mais Querido mudou de novo na frente da defesa: saiu Paulinho, entrou Ítalo Henrique.

Ouça a entrevista com Itamar Shulle

Foto: Santa Cruz/Divulgação

Compartilhe:

Sem inspiração ofensiva, Santa Cruz segura empate e avança na Copa do Brasil

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.