Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

25,75

Classifique:

O Clube

Pedindo unidade, Constantino Júnior fala sobre modernização do Estatuto

Publicado: sexta-feira,27 de dezembro de 2019, às 19:19
Por: Alexandre Ricardo

Um dos principais assuntos nos bastidores do Santa Cruz, neste final de 2019, a modernização do Estatuto do clube tem acirrado o debate entre lideranças e movimentos de representação da torcida. Depois da conclusão da minuta do que pode vir a ser o novo regimento do Mais Querido, duas das três sessões extraordinárias, convocadas pelo Conselho Deliberativo, foram suspensas. 

Tudo porque, pouco antes da primeira reunião, um documento assinado por lideranças do clube, como o presidente do Conselho Administrativo, Antônio Luiz Neto, sugeria um outro texto e a limitação na quantidade de conselheiros participantes na triagem e na votação do Estatuoto. O fato fez com que alguns torcedores se mobilizassem e comparecessem ao Arruda para protestar, no último dia 17 de dezembro. 

Nesta sexta-feira(27), o presidente executivo do clube, Constantino Júnior, quebrou o silêncio e falou sobre o assunto. De acordo com ele, o mais importante neste momento é construir uma harmonia entre todas as frentes, evitando que quaisquer discordâncias acabem atrapalhando um processo tão valioso para o futuro da instituição.

" Eu sei como é a formatação do clube. Apoio reformas que venham para ajudar o Santa Cruz. Entendo que deve haver democratização dos sócios, eleição direta para presidente. A Comissão da Reforma buscou isso. O que eu prezo é que haja diálogo. Arrumar uma casa com pessoas brigando é complicado. O que eu peço a essas lideranças, sejam as antigas ou as que estão surgindo, é que tenha essa harmonia ", falou o mandatário.

Ainda segundo Constantino, a discussão acaba refletindo fora do clube, no próprio mercado em que o Santa Cruz está inserido. E ele deu um exemplo prático que aconteceu recentemente, quando viajou para acertar a venda de 50% dos direitos econômicos do zagueiro João Victor.

" Só quem está gerindo, sabe as dificuldades do dia a dia. De buscar patrocínios, mostrar uma imagem melhor do clube. Eu fui em Salvador e o comentário foi com as pessoas perguntando se está havendo revolução aqui. O mercado às vezes entende que está havendo confusão. Não é esse o recado que precisamos dar. É com diálogo, respeito, harmonia. Não quer dizer que eu esteja contra ou favor de qualquer reforma ", ressaltou.

OPINIÃO
" O Santa Cruz é um clube democrático, do povo. Seria bacana buscar essa condição do voto para todas as categorias. Existem coisas mais polêmicas, como as divisões dos poderes. O que eu quero é que não saiam feridas. Ficaram dois blocos, cada um defendendo seu ideal. Como presidente, me cabe a buscar avanço. Mas com a devida harmonia ".

Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Compartilhe:

Pedindo unidade, Constantino Júnior fala sobre modernização do Estatuto

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.