Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Anderson tem atuação memorável e garante o empate entre Santa Cruz e ABC/RN

Publicado: sábado,27 de julho de 2019, às 19:10
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Durante a semana, o técnico Milton Mendes trabalhou uma formação com três volantes, reforçando a marcação no meio-campo num jogo onde as duas equipes precisavam da vitória. Enquanto o Santa Cruz tenta encostar no G4, o ABC/RN luta para escapar do rebaixamento à Série D. E a decisão do treinador se manteve para a partida, com Charles retornando de suspensão e sendo a única mudança em relação ao time que enfrentou o Sampaio Corrêa/MA, na rodada passada, saindo Allan Dias. A equipe foi escalada da seguinte maneira: Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Lucas Gonçalves, Charles e Kadu; Dudu, Misael e Pipico.

O JOGO - O ABC tentou, mas um final de tarde e começo de noite inspirados do goleiro Anderson garantiram o 0x0 no Frasqueirão. Em mais uma atuação que deixou a desejar, o Santa Cruz contou com o arqueiro e a sorte para voltar a Recife com um ponto no bagagem.

As primeiras movimentações já indicavam que o ABC teria a maior iniciativa dentro da partida. Precisando vencer dentro de casa, o técnico Roberto Fernandes apostou num trio ofensivo de bastante mobilidade, encurralando o Santa Cruz no seu campo de defesa. Wallyson, ex-jogador coral, foi o responsável por criar as melhores chances dos donos da casa, caindo pelo lado esquerdo do ataque. 

Foi assim que o ABC acertou o travessão do time pernambucano, com nove minutos de jogo. Wallyson desceu pela esquerda e tocou para Lohan, que finalizou na trave. Sem ímpeto quando tinha a bola, a Cobra Coral permaneceu com dificuldades com a saída de Pipico, machucado. Milton Mendes optou por Jailson, colocando Misael como o último homem de ataque. 

Por outro lado, a equipe potiguar seguia pressionando. Entre 30 e 40 minutos, Anderson começava a ser o destaque da partida, aparecendo em chute de Dione. Pouco tempo antes disso, o travessão novamente salvou o Santa Cruz, com Felipe Guedes desviando cruzamento. Na frente, o Mais Querido só se fez presente em chutes de longe, com Misael, e Dudu completando lançamento de Jailson, mas Edson defendeu sem problemas. 

Para a segunda parte do duelo, o Santa Cruz voltou com Guilherme Queiróz, estando novamente com um atacante de referência. Porém, Anderson continuou sendo o destaque, operando dois verdadeiros milagres num mesmo lance, por volta dos dois minutos. Primeiro, espalmando chute de Wallyson. Depois, contando com o reflexo para bloquear a finalização de Lohan.

Os minutos foram passando e o ABC foi diminuindo o ritmo, com o Santa Cruz tentando chegar através da bola parada de Charles. Mas as mudanças feitas por Roberto Fernandes deram um maior gás para o time mandante, que chegou a balançar as redes com Lohan, mas o assistente marcou impedimento corretamente. Jogadores e comissão técnica da equipe alvinegra ficaram inconformados, culminando na expulsão do zagueiro Maurício, que estava no banco de reservas. 

Instantes depois, Charles fez uma falta no meio-campo e já tinha cartão amarelo. O árbitro Andrey da Silva e Silva parecia decidido a mandar o jogo seguir, mas a pressão dos atletas potiguares foi maior e o volante tricolor levou a segunda advertência, levando o vermelho. A partir daí, o ABC foi só ataque e Anderson cravou seu nome como o maior responsável pelo empate sem gols. 

Nos últimos instantes da partida, o camisa 1 do Mais Querido apareceu diversas vezes, utilizando os pés em chute de Tito e espalmando outra forte finalização de Wallyson. Porém, no último lance, Dudu acertou a trave direita de Edson. No rebote, Augusto bateu desequilibrado e Edson segurou.

MODIFICAÇÕES - Com apenas 25 minutos de bola rolando, Pipico sentiu a panturrilha esquerda após dominar a bola, sem receber nenhuma pancada. O problema tirou o camisa 9 coral do jogo, que foi substituído por Jailson. No intervalo, Guilherme Queiróz entrou na equipe, substituindo Misael. Aos 24 da etapa final, foi a vez de Kadu deixar o campo e Augusto ser acionado.

Compartilhe:

Anderson tem atuação memorável e garante o empate entre Santa Cruz e ABC/RN

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.