Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

34,3333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Ainda artilheiro da Série C, Pipico vive período de um mês sem balançar as redes

Publicado: sábado,27 de julho de 2019, às 12:10
Por: Alexandre Ricardo

A artilharia da Série C do Brasileirão está atualmente dividida entre três atacantes: Pipico do Santa Cruz, Edson Cariús do Ferroviário/CE e Negueba do Globo/RN, todos com sete gols marcados. Porém, o momento do camisa 9 coral não é dos melhores, assim como o restante da equipe neste returno de competição. 

O último gol marcado pelo centroavante tricolor foi justamente o da vitória mais recente na Terceirona, no Clássico das Emoções contra o Náutico, pela última rodada do primeiro turno. Depois disso, Pipico cumpriu suspensão na derrota para o Treze de Campina Grande/PB e foi titular nas três rodadas seguintes, mas não balançou as redes. 

Com o formato da Série C de apenas uma rodada por semana, o atacante de 34 anos já vive o maior período sem marcar, desde que chegou ao Santa Cruz. O destaque do Mais Querido chegou a passar quatro partidas sem fazer gols, entre março e abril deste ano, mas o jejum durou exatamente um mês. Este sábado(27), data da partida contra o ABC/RN, marca o 35º dia sem um gol de Pipico. 

No que depender dos companheiros, tudo voltará ao normal em breve. Companheiro de ataque, Misael ressaltou a importância que Pipico tem no time. Sempre se apresentando como um jogador de mais assistências do que gols, o jogador quer ajudar o colega a aumentar os números e deixar o Santa Cruz mais próximo das vitórias.

" Se ele é o artilheiro, então vamos procurar o homem. Pipico se doa, não espera pela bola, briga por ela. A gente tem que procurar ele mesmo. Nos últimos jogos se cobrou muito porque teve chances, mas o goleiro defendeu de todos os jeitos. Eu prefiro que todo mundo mande a bola nele, que ele faça o gol e a gente saia com a vitória. Eu prefiro dar duas assistências para ele, ele fazendo os dois e a gente saindo com a vitória ", falou Misael.

Quem também prometeu ajudar nesse sentido foi o lateral-direito Cesinha, que vem conversando com o homem-gol durante os treinamentos. Ele garantiu estar aperfeiçoando os lances de cruzamento e aproximação no ataque, para facilitar a vida dos encarregados em colocar a bola para dentro.

" Sabemos que o Pipico vem nos ajudando bastante. Um dos poucos que estão marcando gols é ele e estamos nos cobrando bastante em cima disso. É responsabilidade de quem chega de trás também, os próprios meias podem ajudar. O Pipico tem essa facilidade em marcar. Sem ele, vai ficando um pouco mais difícil. Temos que criar mais jogadas para ele chegar e finalizar. No que depender de mim, vou estar procurando ele no jogo ", reforçou.

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Ainda artilheiro da Série C, Pipico vive período de um mês sem balançar as redes

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.