Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Trabalho defensivo e mudança na cabeça de área: o treino desta quarta no Arruda

Publicado: quarta-feira,3 de julho de 2019, às 17:21
Por: Alexandre Ricardo

Na tarde desta quarta-feira(3), o elenco do Santa Cruz realizou o penúltimo treino antes da partida contra o Ferroviário/CE, marcada para a próxima sexta(5). A movimentação aconteceu no Estádio do Arruda e o técnico Milton Mendes voltou a dar indícios de um provável time titular. 

Marcada para às 15h30, a movimentação foi iniciada com uma antecedência de aproximadamente dez minutos. O aquecimento foi realizado de maneira pouco usual, com o grupo dividido em dois times e o enfrentamento sendo pausado por pequenos alongamentos ditados pelo preparador físico Luiz Fernando Paião. 

Durante todo o treino, um esboço foi mantido, apresentando uma alteração em relação ao time que foi testado na terça(2), no CT Ninho das Cobras. Patrick Vieira foi substituído por Marcelo Mattos, devolvendo Everton para o trio de ataque.

PRIMEIRA PARTE 
Logo após o fim da ativação, Milton Mendes começou a montar uma equipe principal. Na primeira parte do treinamento propriamente dito, ele chamou os atletas do sistema defensivo para um trabalho específico. Foram eles Cesinha, João Victor, Danny Morais e Bruno Ré; Charles e Marcelo Mattos. Vitão foi chamado para ajudar no começo das jogadas, ensaiando situações de partida e ajustando o posicionamento dos jogadores. 

SEGUNDA PARTE 
Em seguida, os onze do time titular foram chamados para uma conversa no centro do campo. A escalação tinha Cesinha, João Victor, Danny Morais e Bruno Ré; Charles, Marcelo Mattos e Daniel Costa; Everton, Dudu e Pipico. Utilizando metade do campo, os atletas foram submetidos a outro trabalho posicional, onde o treinador tricolor exigia bastante de Dudu e Everton, os extremos ofensivos. Em determinados momentos, a bola parava de rolar e Milton Mendes chamava todos para fazer algumas correções. Nestes períodos, os jogadores também davam suas opiniões, como Marcelo Mattos e Pipico. 

TERCEIRA PARTE 
Na terceira e última parte, o campo todo foi explorado, com um time reserva também em cena. Warley era uma espécie de coringa da equipe de baixo, visando dar superioridade numérica e trabalhando a busca pela retomada dos titulares. Na reta final, a bola parada foi repetida pela comissão técnica, mas a movimentação foi encerrada sem nenhuma alteração nos onze que devem entrar em campo.

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Trabalho defensivo e mudança na cabeça de área: o treino desta quarta no Arruda

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.