Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

61,8

Classifique:

Futebol Profissional

Milton Mendes reconhece mérito do adversário e explica manutenção de Allan Dias

Publicado: quinta-feira,27 de junho de 2019, às 22:12
Por: Alexandre Ricardo

Foi com bastante sinceridade que o técnico Milton Mendes analisou a primeira derrota do Santa Cruz com ele à frente da equipe. Depois de quatro vitórias e um empate, o Mais Querido acabou sendo derrotado pelo Treze de Campina Grande/PB, fora de casa. E de acordo com o comandante, o adversário foi merecedor dos três pontos garantidos sobre a Cobra Coral. 

" Acredito que nós não entramos bem no jogo, sentimos o primeiro tempo. Não sei exatamente o porquê, tínhamos nos preparado bem. Sabemos que o Treze passava por um momento difícil, mas teve mais força de querer ganhar. A dificuldade fez com que eles entrassem com uma vontade maior. Acho que precisamos valorizar a atuação deles porque jogaram melhor e mereceram a vitória ", analisou.

A escalação do time coral contou com uma surpresa, já que nos treinamentos preparatórios para a partida a formação foi trabalhada com Everton mais recuado e Misael retornando ao ataque. Porém, Milton Mendes optou pela manutenção de Allan Dias, mudando apenas no ataque, já que não podia contar com o suspenso Pipico. 

" Com o Everton de volante, perderíamos um maior contato físico. E foi um jogo de pegada, pelas condições do campo. Treinamos a semana inteira de um jeito, depois voltamos à primeira formação que estamos acostumados. Fizemos todos os outros jogos dessa forma. É a primeira vez que a gente joga num campo mais difícil, mas era ruim para os dois lados. Favoreceu o time de casa que está mais adaptado ", explicou o técnico.

DESEMPENHO 
" Você não consegue fragmentar uma equipe de futebol. É um todo. O desempenho geral não foi bom, mas a responsabilidade é sempre do treinador e nós sabemos o quanto é difícil para os jogadores quando eles querem ganhar e não conseguem. Eles, mais do que ninguém, querem vencer. Faltou arriscar mais, tentar. Mas não vamos vencer sempre ".

CLASSFICAÇÃO 
" Cada jogo é uma final. Perdemos essa, mas vamos buscar a próxima, lutar. Não é como começa, é como acaba. Nosso objetivo principal é acabar entre os quatro. O segundo objetivo é terminar como um dos dois primeiros, para decidir em casa. Depois subir e em seguida ser campeão. Precisamos ir degrau a degrau. Mas para isso, precisamos nos impor fora de casa também ".

SUBSTITUIÇÕES 
" Tentei dar rapidez. No momento em que o Everton tinha cartão amarelo, tentei mudar de posição. Mas vi que podia ser expulso. Tive que tirá-lo, falei com ele. Aceitou normalmente. O coletivo prevalece ao individual. Se ele não está amarelado, continuava normalmente. Com o Augusto, procurei ter profundidade. A intenção era agilidade, o drible. Tentei movimentar também com o Misael, botando o time para frente ".

Compartilhe:

Milton Mendes reconhece mérito do adversário e explica manutenção de Allan Dias

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.