Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Exigência do jogo com os pés vem sendo trabalhada pelos goleiros corais

Publicado: domingo,14 de abril de 2019, às 15:11
Por: Alexandre Ricardo

Nos últimos jogos, vem sendo observada uma tendência do goleiro Anderson em procurar repor a bola de maneira mais direcionada, prezando pelo passe para os companheiros. Algo bastante discutido no futebol nos últimos anos, principalmente com a Alemanha campeã do mundo em 2014, na Copa realizada em solo brasileiro. 

Perguntado se essa característica de envolvimento do goleiro com os pés tem sido trabalhada nos treinamentos, o técnico Leston Júnior revelou que a facilidade de Anderson foi observada durante a sua contratação. Algo também visto pelo treinador com Ricardo Ernesto, hoje reserva do arqueiro de 21 anos.

" Quando a gente foi buscar o Anderson, fomos fundamentar as características. E uma das principais virtudes na formação dele, no Palmeiras, foi jogar com os pés. Assim como o Ricardo (Ernesto) também tem, de segurar, cavar uma bola no lado contrário. Não temos tido muito tempo para fazer, mas quando dá ensaiamos situações que podem acontecer no jogo. Contra o ABC/RN, por exemplo, a gente sabia que tinha de correr risco ", falou Leston Júnior. 

Apesar de reconhecer a necessidade de ter atenção com o detalhe, o comandante tricolor ponderou ao dizer que não é adepto de uma maneira de jogar voltada para a inserção do goleiro como um verdadeiro líbero. Porém, não abrindo mão de ter todas as opções bem preparadas para quando a oportunidade surgir.

" Daqui a pouco, vai ser possível ver o Renan (Rinaldi) também nos treinos. É um goleiro que sabe usar os pés.  É uma necessidade no futebol mundial, mas estou longe de querer usar toda hora. Mas existem momentos que você precisa e é preciso ter o atleta preparado ", concluiu.

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Exigência do jogo com os pés vem sendo trabalhada pelos goleiros corais

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.