Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Sem confirmar time, Leston Júnior diz ter duas situações a serem avaliadas

Publicado: terça-feira,9 de abril de 2019, às 15:42
Por: Alexandre Ricardo

O time do Santa Cruz não está definido para o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, às 21h30 desta quarta-feira(10), no Estádio do Arruda. Pelo menos é o que garante o técnico Leston Júnior, que comanda uma movimentação de maneira reservada na tarde desta terça(9), também no José do Rego Maciel. 

De acordo com o treinador coral, pelo menos duas situações estão sendo estudadas para buscar reverter a vantagem construída pelo ABC/RN, na partida de ida. Para avançar na competição, o Mais Querido deve vencer por pelo menos dois gols de diferença. Caso conquiste o resultado positivo pela diferença mínima de gols, a Cobra Coral leva a definição para os pênaltis.

" O time não está definido. A base que vem entrando em campo nos últimos jogos será mantida, mas temos duas situações a serem observadas no treinamento, colocar para ver como se comporta. Como são questões estratégicas, vamos preservar um pouco quais são essas possibilidades, até para não municiar o adversário de informações ", disse o comandante. 

Sobre a postura com a qual sua equipe deve apresentar para sair com a classificação, Leston Júnior realizou uma comparação com outras eliminatórias. Atrás do placar agregado, o Santa Cruz também deve ter cautela para não elevar o prejuízo, ainda de acordo com o técnico.

" Devemos repetir o comportamento de Sinop/MT, Náutico, CRB, enfrentamentos que conseguimos o objetivo. Afinal, temos mais classificações do que eliminações. Nosso parâmetro é esse. Quando me refiro a comportamento, é nível de concentração, mobilização, um algo a mais. O que temos que colocar é uma postura agressiva, sem nos expor e dar ao ABC a condição de aumentar a vantagem ", avisou.

TORCIDA 
" A forma como eu sou tratado pelo torcedor é incrível. Os jogadores também. Esse problema do estádio mais vazio está relacionado ao momento do país. A diretoria baixou o preço de ingresso para ajudar nesse processo. Mas, por exemplo, são dois jogos seguidos em casa. Mas espero sim um público superior. O que eu peço é que, se possível for, o torcedor faça um esforço para ter um Arruda cheio ".

CONSTRUÇÃO OFENSIVA
" Fiz um levantamento e apenas em quatro jogos da temporada, o adversário chegou mais vezes que a gente no último terço do campo. Uma competição te cobra regularidade, com equilíbrio defensivo e um poder ofensivo interessante. O grande calcanhar de aquiles no futebol brasileiro é no acabamento das jogadas. Não fugimos à essa regra. Temos uma solidez defensiva, mas estamos sofrendo muito nesta conclusão ". 

CONCENTRAÇÃO 
" Treinador de time grande tem exigência em todo tipo de jogo. O que eu procuro, nesses jogos eliminatórios, é elevar o nível de concentração. Mesmo quando a gente ganha, passa a falsa sensação de que todo mundo vai para casa e tá tudo bom. E não é assim. Procuramos sempre acertar aquilo que, na nossa concepção, não tem saído da maneira que esperamos ".

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Sem confirmar time, Leston Júnior diz ter duas situações a serem avaliadas

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.