Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

13,7333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Santa Cruz perde chances claras e ABC/RN constrói vantagem na Copa do Brasil

Publicado: quarta-feira,3 de abril de 2019, às 23:27
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Estreantes do último final de semana, quando o Santa Cruz venceu o Confiança/SE pela Copa do Nordeste, o zagueiro William Alves e o lateral-esquerdo Carlos Renato permaneceram na titularidade. Enquanto o segundo ficou com a vaga de Bruno Ré, vetado pelo departamento médico, o primeiro foi opção do técnico Leston Júnior, já que William, que vinha jogando ao lado de João Victor, ficou no banco de reservas. O restante da equipe teve base mantida, com o Mais Querido entrando em campo desta forma: Anderson; Marcos Martins, João Victor, William Alves e Carlos Renato; Ítalo Henrique, Diego Lorenzi e Allan Dias; Luiz Felipe, Augusto e Pipico.

O JOGO - O Santa Cruz até teve possibilidades de construir o resultado positivo, mas o ABC/RN transformou o volume de jogo em um gol. Com isso, o clube potiguar tem a vantagem de empatar no duelo da volta, marcado para a próxima quarta-feira(10) no Arruda. Em caso de triunfo recifense pela diferença mínima, a disputa vai para os pênaltis.

O ABC começou a partida apostando na bola parada. Logo nos primeiros instantes, após cobrança de falta da direita, Rodrigo Rodrigues desviou e Maurício completou para o gol, mas o bandeirinha marcou impedimento do zagueiro alvinegro. Pouco tempo depois, o mesmo Rodrigo subiu mais alto que a defesa coral e cabeceou forte, exigindo uma boa defesa do goleiro Anderson.

Passados aproximadamente dez minutos de um jogo morno, o Santa Cruz teve boas oportunidades para ameaçar o adversário. Primeiro, Pipico puxou contra-ataque e acionou Augusto nas costas da defesa. Cara a cara com Edson, o camisa 11 acabou escorregando e desperdiçou a chance de tentar um drible ou uma finalização por cima. Depois, Carlos Renato desceu pela esquerda e a bola sobrou para Luiz Felipe, que conduziu dentro da área mas acabou batendo de maneira desequilibrada. 

Depois de um final de primeiro tempo sem muitas emoções, as propostas de ambas as equipes permaneceram claras no ínicio da segunda metade do duelo. Se por um lado o ABC apostava num jogo de força, utilizando a agilidade do meia Luan, a Cobra Coral seguia apostando nas escapadas de Augusto, principalmente pela esquerda. 

Foi assim que a oportunidade mais clara da partida surgiu. Escapando da marcação de dois oponentes, Augusto ajeitou para Allan Dias chegar com liberdade. Porém, com apenas o gol à frente, o camisa 10 acabou batendo para fora. Depois disso, apenas o ABC teve os maiores lances de perigo, fazendo com que Anderson surgisse como um dos principais personagens da partida. Em menos de cinco minutos, o arqueiro coral apareceu bem num chute de Valdemir e em escanteio fechado, batido por Ivan.

Inaugurando o placar na reta final do jogo, o ABC não teve dificuldade para manter o resultado. As substituições do time pernambucano não tiveram efeito ofensivo, permitindo que o goleiro Edson não fosse exigido em lances de intervenção.

GOLS - O gol dos donos da casa aconteceu aos 35 minutos do segundo tempo. Após acabar de entrar no jogo, Wanderson recebeu com liberdade pela direita e chutou com desviou, acertando a trave esquerda de Anderson. No rebote, Rodrigo Rodrigues só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

MODIFICAÇÕES - A primeira mudança tricolor aconteceu com 17 minutos da etapa final. Buscando maior velocidade pelos lados do ataque, Leston Júnior mandou Jô a campo, no lugar de Luiz Felipe. Por volta de dez minutos depois, o treinador optou por uma substituição mais precavida, tirando o também atacante Augusto e botando o volante Charles. Logo após o gol sofrido, aconteceu a última alteração, com Lucas Gonçalves entrando na vaga de Ítalo Henrique. 

Compartilhe:

Santa Cruz perde chances claras e ABC/RN constrói vantagem na Copa do Brasil

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.