Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

85,8333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Pipico marca de falta e garante o empate contra o CSA/AL, na Copa do Nordeste

Publicado: domingo,10 de março de 2019, às 20:05
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Para escalar a equipe, o técnico Leston Júnior contou com o retorno do atacante Jô, desfalque nas últimas três partidas por conta de uma entorse no tornozelo. O mesmo aconteceu com Ricardo Ernesto, mas o arqueiro ficou como opção no banco de reservas. A principal mudança aconteceu no meio-campo, com Charles sendo retirado e Allan Dias recuado para a função de segundo volante, abrindo espaço para Luiz Felipe na armação de jogadas. O Mais Querido foi escalado com Anderson; Cesinha, João Victor, William e Bruno Ré; Ítalo Henrique, Allan Dias e Luiz Felipe; Jô, Elias e Pipico. 

O JOGO - Em dois tempos distintos, com alternância de bons momentos entre as duas equipes, Santa Cruz e CSA/AL ficaram no empate em 1x1, no Arruda. Com o resultado, o time recifense atinge os nove pontos no Grupo A da Copa do Nordeste, assumindo a liderança de maneira provisória na chave.

O primeiro tempo foi de leve superioridade da equipe visitante, que aproveitou a dificuldade que o Santa Cruz apresentou em trocar passes e chegar à defesa adversária. Num intervalo de cinco minutos, logo no início da partida, duas chances já mostravam que o jogo seria movimentado: primeiro, Pipico obrigou o goleiro João Carlos a fazer boa defesa. Depois, foi a vez de Anderson evitar o pior, num cabeceio de Apodi.

A partir dos 30 minutos, o volume de jogo por parte dos alagoanos ditou o ritmo do confronto, fazendo com que o time pernambucano se tornasse previsível nas suas investidas, principalmente quando tentava puxar o contra-ataque. Com muita organização, o CSA seguia apostando na velocidade de atletas como Manga Escobar e Apodi, além da articulação comandada por Matheus Sávio.

A situação foi invertida nos 45 minutos finais, já que o Santa Cruz tinha a necessidade de tomar a iniciativa devido ao resultado negativo de momento, construído no final do primeiro tempo. Com o gol marcado logo no início da segunda etapa, o Santa Cruz manteve um maior volume durante os minutos seguintes, construindo oportunidades de gol como um forte chute de Elias com a perna esquerda.

Com a partida sendo encaminhada para o fim, as faltas foram mais frequentes, na tentativa de reduzir a dinâmica que botava em risco uma possível derrota, em ambos os lados. Nos últimos dez minutos, o CSA acabou ficando mais presente no campo de ataque, levando perigo ao gol coral principalmente ao utilizar as bolas paradas.

GOLS - O CSA abriu o placar aos 40 minutos do primeiro tempo, quando Apodi desceu em velocidade pela direita e cruzou na área. A bola sobrou para Manga Escobar, que colocou no ângulo do goleiro Anderson. A Cobra Coral igualou as ações com apenas quatro minutos após a volta do intervalo. Pipico sofreu falta na entrada da área e ele mesmo realizou a cobrança, batendo forte na bola. O suficiente para vencer o goleiro João Carlos.

MODIFICAÇÕES - A primeira mudança tricolor aconteceu com 17 minutos da etapa final, quando Guilherme Queiróz substituiu Jô no ataque. Poucos segundos depois, Elias puxou contra-ataque e acabou se queixando de dor na coxa direita. Sendo retirado da partida, o camisa 11 deu lugar a Augusto Potiguar, deslocando Cesinha para o ataque. Aos 25 minutos, o prata da casa Ítalo Henrique deixou o campo sentindo cãibras, para a entrada de Charles.

Compartilhe:

Pipico marca de falta e garante o empate contra o CSA/AL, na Copa do Nordeste

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.