Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Sem Allan Dias e Jô, treinador coral explica opção por Guilherme Queiróz

Publicado: quarta-feira,27 de fevereiro de 2019, às 14:11
Por: Alexandre Ricardo

O técnico Leston Júnior teve que lidar com alguns problemas para armar a equipe na partida contra o Vitória das Tabocas, que acabou numa derrota por 3x0 para o clube do interior pernambucano. Além do goleiro Ricardo Ernesto, ausência dos últimos jogos por conta de uma lesão na coxa, mais três atletas foram vetados pelo departamento médico: Danny Morais, Allan Dias e Jô. 

Optando por substitutos naturais na defesa e no meio-campo, ao acionar William e Luiz Felipe, o treinador coral optou pela entrada de Guilherme Queiróz na vaga de Jô, num setor onde o mais cotado para iniciar como titular seria o lateral-direito Cesinha, que vem sendo utilizado no trio ofensivo e foi escalado, inclusive, no clássico diante do Náutico, pela Copa do Brasil. 

Após o resultado negativo, Leston explicou o que buscava na equipe ao mandar a campo Guilherme Queiróz, um dos contratados do Mais Querido para a temporada. Na ótica do comandante, o atleta tem características que poderiam oferecer uma maior dinâmica na construção de jogadas. 

" O Guilherme é um meia e segundo atacante, como também joga de falso 9. Allan (Dias) vinha fazendo essa função, mas a partir do momento que não tínhamos ele, nossa intenção era de um meio-camo com aproximação, realizando tabela por dentro. Algo que não estávamos fazendo nos últimos jogos, deixando o passe comprido. Incomodava, porque a gente estava fazendo muita ligação direta ", detalhou o treinador. 

Depois de retirar o jogador já na volta do intervalo, o técnico tricolor negou que a escolha tenha sido fator primordial para a derrota. Assim como nos triunfos, a responsabilidade foi atribuída ao rendimento coletivo. 

" Essa escolha passou obviamente por treinamento, outros momentos que o fizemos. Contra o Náutico, Luiz (Felipe) entrou no intervalo fazendo o papel de meia cortando para dentro. A responsabilidade da derrota é minha, mas não tem nada a ver com escalação. Ela passa por uma atitude nossa para com o jogo, em função do que a equipe faz ", reforçou.

Compartilhe:

Sem Allan Dias e Jô, treinador coral explica opção por Guilherme Queiróz

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.