Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Mostrando frieza na batida do pênalti, Marcos Martins explica escolha por cavadinha

Publicado: sábado,23 de fevereiro de 2019, às 10:50
Por: Alexandre Ricardo

O Santa Cruz precisou de quatro pênaltis convertidos para vencer o Náutico e seguir adiante na Copa do Brasil. No último deles, o lateral-direito Marcos Martins mostrou muita frieza ao optar por uma cavadinha e ainda ver o goleiro Bruno tocar na bola quando ela estava cruzando a linha. Depois do lance, o atleta contou que havia treinado a forma de bater.

" Tem que ter treinamento, a tranquilidade. É claro que no decorrer da partida, quando a decisão vai para os pênaltis, a responsabilidade vem junto. Mas se levar o nervosismo para um momento como aquele, complica. Treinei dessa maneira, batendo no meio. E antes de ir para a bola, tinha estudado o goleiro e vi que ele estava caindo antes ", afirmou o jogador de 29 anos. 

O time vive um bom momento, já que além de ser o líder do Campeonato Pernambucano e estar na terceira fase da Copa do Brasil, acumula uma sequência de sete jogos sem saber o que é derrota. Com boa rodagem no futebol nacional, Marcos Martins comemora a fase, mas ressalta que o trabalho precisa continuar.

" É muito cedo para falar que estamos prontos. Com o nível que estamos apresentando, jogando três clássicos e conseguindo os objetivos, é um futebol que encanta, envolve o torcedor. Mas nós jogadores temos que ter a cabeça no lugar. No esporte, você tá no céu e de repente vai para o inferno. Não podemos trazer coisa de fora para dentro. Temos que ter humildade e continuar na mesma batida ", avisou o lateral.

AUTOAVALIAÇÃO 
" Na minha chegada, falei que era um lateral que me sentia bem chegando no fundo e cruzando. Graças a Deus estou conseguindo desempenhar essa característica, o professor Leston tem me passado confiança, fazendo um grande trabalho. Espero ajudar o clube cada vez mais dentro de campo ".

DESCANSO 
" Esse tempo até o jogo da próxima terça(26) ajuda na recuperação, porque estávamos vindo de uma maratona. Foram quatro jogos difíceis, teve clássico e eliminatória da Copa do Brasil. Temos agora a possibilidade de ajustar os erros, ver o que estamos pecando. Estamos vivendo um bom momento, mas esse descanso será importante ".

DESGASTE 
" Estou me sentindo bem. No ano passado descansei bastante, disputei a Série C pelo Botafogo/SP e conseguimos o acesso. Mas agora não quero relaxar, férias só em dezembro ".

Compartilhe:

Mostrando frieza na batida do pênalti, Marcos Martins explica escolha por cavadinha

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.