Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

93,6363636363636

Classifique:

Futebol Profissional

Dois meses após eliminação, diretoria analisa opções para o comando técnico

Publicado: sexta-feira,26 de outubro de 2018, às 13:46
Por: Alexandre Ricardo

Nesta sexta-feira(26), completam-se dois meses desde que o Santa Cruz acabou sendo eliminado do Campeonato Brasileiro da Série C. Num longo período de recesso, o clube coral inicia de fato a busca por um nome para ser treinador da equipe na próxima temporada. 

Até o momento, nomes são especulados e a direção trabalha para filtrar a lista em apenas dois ou três treinadores. A partir daí é que as conversas serão de fato iniciadas, com a formalização das propostas conduzidas pelo departamento de futebol, com a participação do presidente Constantino Júnior. 

Nos últimos dias, Julinho Camargo e Leston Júnior foram dois dos técnicos ventilados para o comando tricolor em 2019. O primeiro é conhecido pela sua experiência com categorias de base, trabalhando pela última vez no time principal do Juventude/RS. Já Leston esteve na ativa pela última vez no Botafogo/PB, sendo campeão estadual com o Belo de João Pessoa. 

Apesar de mais improváveis, outros nomes não estão totalmente descartados, como Léo Condé e Roberto Fernandes. Depois de subir com o Botafogo/SP para a Série B do Brasileirão, Léo Condé deve continuar no clube paulista para o próximo ano. Já Roberto Fernandes segue no comando do CRB/AL na reta final da Segunda Divisão de 2018, fazendo com que o tempo jogue contra uma possível permanência. 

Diante disso, a expectativa é que a próxima semana seja decisiva nas negociações. O novo comandante será fundamental no processo de escolha do local para a pré-temporada, que deve ser iniciada entre o final de novembro e o início de dezembro.

Compartilhe:

Dois meses após eliminação, diretoria analisa opções para o comando técnico

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.