Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

34,3333333333333

Classifique:

O Clube

Presidente coral analisa busca por patrocínios e pede união dos clubes

Publicado: segunda-feira,8 de outubro de 2018, às 12:39
Por: Alexandre Ricardo

Não foi só dentro de campo que o ano de 2018 foi difícil para o Santa Cruz. Disputando o Campeonato Brasileiro da Série C, as receitas foram mínimas, já que o clube coral não dispôs de cotas televisivas, além de não ter chegado longe na Copa do Nordeste e ter sido eliminado na primeira fase da Copa do Brasil. 

Iniciando a temporada com um patrocínio master pontual, a diretoria tricolor encontrou dificuldades para assinar um contrato fixo para estampar a faixa central da camisa. Além de uma perspectiva melhor por conta da entrada de receitas que fizeram falta neste ano, a expectativa é de que o mercado de maneira geral se mostre mais interessante. 

" Na verdade, é um posicionamento do mercado. Quando a condição econômica do país é difícil, o investidor foge. Isso não é só no futebol. Foi um ano de Copa do Mundo, de eleições. Isso afugenta. Esperamos que no que vem, o Brasil tenha uma melhor estabilidade financeira e possamos buscar patrocínio. Esperamos saber tirar proveito ", falou o presidente Constantino Júnior, em entrevista à Rádio CBN Recife. 

Outro assunto comentado pelo mandatário coral foi o trabalho em conjunto com a mídia, devido as situações que aconteceram no segundo semestre de 2018. Para ele, é momento dos clubes se unirem e partirem para outras demandas.

" Tivemos o exemplo da TV Esporte Interativo que saiu de cena, é um play a menos. Temos que explorar outras alternativas, como streaming, a utilização da internet. Não adianta os clubes buscarem de maneira individual, essa união é fundamental. Quando nos aliamos, podemos buscar coisas ainda melhores para nossas instituições ", concluiiu.

Compartilhe:

Presidente coral analisa busca por patrocínios e pede união dos clubes

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.