Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

88,2857142857143

Classifique:

Futebol Profissional

Após último treino em Curitiba, delegação coral viaja e é recebida com hostilidade

Publicado: sábado,25 de agosto de 2018, às 20:20
Por: Alexandre Ricardo

Agora é só pensar na decisão. No Paraná desde a sexta-feira(25), os jogadores do Santa Cruz fizeram um último treino na manhã deste sábado(26), no Estádio Couto Pereira. A movimentação, inicialmente marcada para o Centro de Treinamento do Coritiba, foi transferida para o estádio do Coxa pela antecipação na reapresentação do time alviverde, que foi derrotado pela Série B.

A mudança surtiu até como positiva para atletas e comissão técnica, já que a distância do hotel para a casa do Coritiba é bem menor em relação ao CT. A atividade, como aconteceu durante boa parte da semana, foi fechada. Mas deu para detectar a participação de nomes como Sandoval, Vítor, Carlinhos Paraíba e Jailson, que foram poupados ainda em Recife. 

De acordo com o vice-presidente médico do clube, Antônio Mário, em entrevista à Rádio Jornal, o técnico Roberto Fernandes tem todos os relacionados à disposição, clínica e fisicamente falando. A novidade em relação ao jogo de ida é a presença do atacante Augusto, que cumpriu suspensão e retornou para ser uma opção. 

Treinamento realizado, a delegação tricolor pegou a estrada e se dirigiu à cidade de Ponta Grossa, local da partida. A chegada, no início da noite, foi tumultuada. Relatos de que o ônibus que transportava toda a equipe foi alvo de pedradas, assim como um foguetório na hora que os atletas faziam o check-in no hotel.

A informação foi confirmada pelo executivo de futebol, Fred Gomes, também em conversa com a Rádio Jornal. De acordo com ele, medidas estão sendo tomadas para garantir o sossego de todos que fazem o Santa Cruz, entre diretoria, staff e obviamente jogadores. 

" Qualquer atleta que trabalha com esporte de alto rendimento, sabe que todos os detalhes fazem a diferença. Sabíamos que isso poderia acontecer. Eu particularmente já vim aqui e tive o sucesso de subir para a Série B. Estamos deixando com que o foco no jogo não sofra interferência, viemos aqui para jogar futebol. Essas coisas não cabem mais no futebol ", falou Fred Gomes. 

Compartilhe:

Após último treino em Curitiba, delegação coral viaja e é recebida com hostilidade

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.