Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Há dois jogos sem marcar, Pipico revela autocobrança e mostra confiança no acesso

Publicado: quarta-feira,22 de agosto de 2018, às 12:29
Por: Alexandre Ricardo

Acostumado a uma excelente média de um gol por partida, o atacante Pipico passou em branco nas duas últimas partidas com a camisa do Santa Cruz. Contra o Salgueiro, pela última rodada da primeira fase, e no jogo de ida das quartas de final diante do Operário/PR, o artilheiro tricolor mostrou o desejo em voltar a balançar as redes na decisão do próximo domingo(26). 

O que poderia ser encarado como um jejum natural e pequeno, tendo em vista as circunstâncias da competição, para o camisa 9 é motivo de ainda mais cobrança para seguir ajudando o Mais Querido. 

" Procuro a cada dia estar trabalhando, tentando melhorar mais durante os treinamentos. Estou a dois jogos sem fazer gols, mas creio que na hora certa a bola vai voltar a entrar. O importante é seguir nessa caminhada com meus companheiros, estamos vivendo um momento positivo. Espero que nessa partida, que define o acesso, eu possa ser feliz voltando a marcar ", respondeu Pipico. 

Com um acesso à Série B no currículo, vestindo a camisa do Guarani/SP em 2016, o atacante elogiou o elenco que o Clube do Povo tem hoje à disposição. Para ele, situações decisivas como essa são fundamentais para que as lideranças do plantel possam compartilhar uma maior tranquilidade. 

" É um momento crucial. Estamos no caminho certo, vamos para lá buscando a vitória, sem pensar em segurar resultado ou algo do tipo. Creio que a experiência de alguns jogadores é válida neste momento, pois qualquer detalhe faz a diferença na hora que a bola começa a rolar. São mais 90 minutos que vão decidir esse confronto. Temos que ter muito foco, encarando esse jogo com muita concentração ", analisou. 

ATMOSFERA 
" Ficamos muito felizes com a festa da torcida, desde a nossa chegada ao estádio. Isso nos contagiou ainda mais, porque nosso clima já era positivo. Enfrentamos uma equipe difícil, mas construímos uma vantagem. Lá eles vão ter essa pressão a favor, mas em grau menor do que foi aqui no Arruda ". 

DESEMPENHO 
" Queremos fazer ainda melhor do que fizemos aqui, no Arruda. Todos estão cientes disso. Chegar lá e desempenhar um futebol que nos dê a condições de sair com o acesso. Temos jogadores rápidos na frente. Com a necessidade deles em reverter o resultado, creio que os espaços vão se abrir e podemos matar no contra-ataque ".

Compartilhe:

Há dois jogos sem marcar, Pipico revela autocobrança e mostra confiança no acesso

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.