Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

88,2857142857143

Classifique:

Futebol Profissional

Com dois gols em cada tempo, Santa Cruz goleia o Confiança no Arruda

Publicado: sábado, 28 de julho de 2018, às 17:37
Por: Alexandre Ricardo

O TIME – A escalação do Santa Cruz para enfrentar o Confiança/SE contou com algumas surpresas. Além do retorno de Allan Vieira na lateral-esquerda e Maílton entrando no lugar do suspenso Vítor, o técnico Roberto Fernandes promoveu a entrada de Carlinhos Paraíba no meio-campo, que voltou a ser titular após mais de um mês recuperando-se de estiramento na coxa. Eduardo foi o escolhido para sair. A grande novidade aconteceu embaixo da trave: alvo de críticas por parte do torcedor, Tiago Machowski foi opção no banco de reservas, com Ricardo Ernesto ganhando oportunidade na formação inicial. Sendo assim, o Mais Querido entrou em campo com Ricardo Ernesto; Maílton, Sandoval, Danny Morais, Allan Vieira; Willian Maranhão, Carlinhos Paraíba, Arthur Rezende; Jailson, Robinho e Pipico.

O JOGO – Uma tarde para, verdadeiramente, se recuperar. Ciente de que precisava e muito de um resultado positivo, o Santa Cruz construiu uma incontestável goleada diante do Confiança/SE, por 4x0, voltando ao terceiro lugar do Grupo A e aguardando agora o fim da rodada para saber em qual posição terminará a dois jogos do fim da primeira fase.

Como era de se esperar, os primeiros minutos foram de um Santa Cruz em alta velocidade e tentando levar problemas ao adversário. Contando principalmente com a velocidade de Robinho e Maílton pelo lado direito, o time tricolor utilizou a vantagem construída rapidamente para atacar os espaços que o Confiança deixava na defesa. 

Na volta do intervalo, com o natural avanço das linhas do time adversário, o Santa Cruz acabou se tornando previsível principalmente durante os primeiros 20 minutos da etapa final. Porém, sem muita inspiração do outro lado, a Cobra Coral foi controlando as ações e não deixou que a vitória fosse ameaçada, ampliando a vantagem nos últimos instantes e construindo uma goleada que lavou a alma da Torcida Mais Apaixonada do Brasil. 

GOLS - O Santa Cruz abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo, com Willian Maranhão encontrando a infiltração de Arthur Rezende na área. O meio-campo coral tocou de perna esquerda na saída do goleiro Genivaldo e deu números iniciais à partida. Perto dos 30 minutos, ainda no primeiro tempo, foi a vez de Pipico fazer a alegria da massa. Maílton realizou bom cruzamento pela direita e o camisa 9 subiu bonito, cabeceando para ampliar. O terceiro gol, aos 34 minutos do segundo tempo, veio novamente de uma investida de Maílton, que desta vez cruzou rasteiro e depois do desvio de Pipico, Jailson apareceu para completar. Quatro minutos depois, o nome do jogo voltou a ser protagonista: Pipico realizou linda jogada individual e depois de tentar uma caneta no zagueiro Rodolfo, foi derrubado pelo defensor dentro da área. Na cobrança do pênalti, o atacante bateu forte no canto direito do camisa 1 sergipano, que acertou o lado mas não alcançou a bola. 

MODIFICAÇÕES - Antes dos dez minutos de segundo tempo, o Santa Cruz realizou a primeira mudança. Allan Vieira afastou cobrança de escanteio e caiu no gramado reclamando de dores no braço direito. Atendido pelo médico, o lateral-esquerdo acabou sendo substituído por Eduardo Brito. Por volta dos 20 minutos, outra alteração de ordem médica: Sandoval sentiu cãibra nas pernas e deu lugar a Augusto Silva na defesa. Na reta final do jogo, com o desgaste evidente de Maílton, o treinador coral tirou o jovem lateral e realizou a última modificação com a entrada do volante Eduardo, que terminou a partida deslocado para a função do lado.

Compartilhe:

Com dois gols em cada tempo, Santa Cruz goleia o Confiança no Arruda

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.