Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Sandoval avalia momento da defesa e comenta necessidade da vitória

Publicado: quinta-feira, 26 de julho de 2018, às 15:47
Por: Alexandre Ricardo

Apesar de atualmente estar fora do G4, o Santa Cruz continua detendo a defesa menos vazada do Grupo A, com 13 gols sofridos. Pelo quarto jogo seguido, Sandoval formará a dupla de zaga com Danny Morais, mas as laterais sofrerão mudanças em relação à derrota para o Botafogo/PB.

Enquanto Allan Vieira retorna na esquerda, Maílton é o substituto do suspenso Vítor no outro lado. Sobre a situação, Sandoval dividiu os méritos e falou o que muda com o lateral-direito de 20 anos.

" A avaliação da defesa é positiva. Já joguei ao lado do Augusto Silva, agora com o Danny (Morais) que é muito experiente. Estamos sempre buscando ajustar os pontos, seja a bola aérea ou o jogo que acontece por baixo. Sobre a lateral-direitoa, com o Vítor, eu não converso tanto. A diferença na entrada do Maílton é que eu vou estar sempre orientando, por ele ser mais agudo. Mas ganhamos força, velocidade. É um jogador que está pronto para corresponder ", falou Sandoval. 

A próxima partida é decisão. Diante do Confiança/SE, o Santa Cruz tenta reencontrar os caminhos da vitória e frear a instabilidade visando a classificação para o mata-mata. Ainda sobre o assunto defesa, Sandoval ressaltou a importância do grupo pensar em conjunto para que a situação possa fluir.

" A defesa se torna melhor porque o ataque também ajuda. Estamos deixando alguns resultados escaparem, são detalhes que acabam faltando. Não basta ser o time menos vazado da chave se o todo não estiver bem. Sabemos da nossa responsabilidade de causar danos ao Confiança, temos que ter sabedoria para buscar o resultado em casa ", opinou o defensor. 

ADVERSÁRIO 
" Enfrentando o líder ou o lanterna, a responsabilidade de vencer é a mesma. Sabemos do momento da Confiança, mas a chegada de um novo treinador sempre motiva e isso torna o jogo perigoso. Cabe a nós comandarmos as ações, evitando que corramos riscos durante os 90 minutos ". 

TREINOS FECHADOS 
" Ganhamos privacidade com os treinos fechados. O professor (Roberto Fernandes) ainda não definiu o time, está trabalhando as possibilidades e isso tudo faz a diferença na hora de trabalhar. Não é para esconder nada de imprensa ou algo do tipo. São detalhes que ajustamos e os treinos reservados servem para isso ".

VOLTA 
" Gosto muito do Carlinhos Paraíba. Agrega não só dentro de campo. Acho que o time tem muito a ganhar com ele, é uma referência não só técnica, como também de liderança. Se voltar, sabemos que estaremos bem servidos. Mas a preparação está sendo bem feita e quem quer que seja o escolhido, dará conta do recado ".

Compartilhe:

Sandoval avalia momento da defesa e comenta necessidade da vitória

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.