Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Bola parada faz diferença e Santa Cruz é derrotado pelo Botafogo/PB

Publicado: sábado, 21 de julho de 2018, às 21:01
Por: Alexandre Ricardo

O TIME – O Santa Cruz entrou em campo com duas mudanças em relação ao último jogo, contra o Globo/RN no Arruda. Além do retorno de Arthur Rezende ao meio-campo, no lugar de Leandro Costa e adiantando Jailson, Allan Vieira foi desfalque por conta do terceiro cartão amarelo. Para o seu lugar, o técnico Roberto Fernandes escolheu o jovem Eduardo Brito, de 21 anos. Sendo assim, a equipe foi escalada com Tiago Machowski; Vítor, Sandoval, Danny Morais, Eduardo Brito; Eduardo, Willian Maranhão, Arthur Rezende; Jailson, Robinho e Pipico.

O JOGO – O Botafogo/PB foi letal. Em dois lances de bola parada, Marcos Aurélio deu a vitória ao clube paraibano, que venceu o Santa Cruz por 2x0 e ultrapassou o Mais Querido no Grupo A da Série C. O prejuízo ainda pode ser maior para a Cobra Coral, com risco de perder mais posições durante a sequência da rodada.

O primeiro tempo foi de supremacia nas ações dos donos da casa. Apostando principalmente na bola parada, o Botafogo da Paraíba encurralou o Santa Cruz no campo de defesa, dando poucas oportunidades de contra-ataque. Sem inspiração dos homens de frente, o Mais Querido equilibrou a partir dos 15 minutos, mas não conseguiu oferecer perigo ao adversário.

A chance para ampliar o marcador surgiu logo na volta do intervalo, quando num lance dentro da área coral a bola explodiu no braço de Sandoval e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Nando chutou forte no canto direito de Tiago Machowski, que pulou e defendeu em dois tempos. 

Precisando igualar as ações, o time tricolor se tornou mais presente no campo de ataque. Porém, a entrada de Jonathan Bryan não surtiu efeito individual, já que o atacante de 24 anos teve participação discreta no trabalho com a bola. Pipico, mais recuado, até tentou desenvolver as jogadas, mas a equipe continuou sem força principalmente pelos lados. 

Depois da entrada de Maílton, o Santa Cruz ganhou mais incisão no lado esquerdo, mas raros foram os momentos que o goleiro Saulo teve de trabalhar. Com o placar ampliado, restou ao Belo de João Pessoa administrar o resultado.

GOLS - O Botafogo conseguiu sair na frente aos 39 minutos de jogo, quando Marcos Aurélio cobrou falta no lado esquerdo de ataque. O cruzamento passou por todo mundo e morreu no fundo das redes. O camisa 10 paraibano voltou a balançar as redes próximo dos 30 minutos da segunda metade do jogo, chutando do meio da rua em outra bola parada. A bola tocou a trave esquerda de Tiago Machowski e morreu no fundo do gol.

MODIFICAÇÕES - Atrás do placar, o time tricolor voltou com uma mudança para o segundo tempo. O volante Eduardo deu lugar ao atacante Jonathan Bryan, que realizou sua primeira aparição na equipe principal. O relógio marcava 20 minutos da etapa final e o Santa Cruz permanecia perdendo. Sem profundidade no lado esquerdo, Eduardo Brito foi substituído por Maílton. A última cartada veio aos 37, com Carlinhos Paraíba retornando após um mês tratando lesão na coxa. Arthur Rezende foi o escolhido para sair. 

Compartilhe:

Bola parada faz diferença e Santa Cruz é derrotado pelo Botafogo/PB

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.