Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

88,2857142857143

Classifique:

Futebol Profissional

Negando recuo deliberado, Roberto Fernandes analisa dificuldades da partida

Publicado: domingo,8 de julho de 2018, às 20:51
Por: Alexandre Ricardo

Conhecido pela sua sinceridade, o técnico Roberto Fernandes não escondeu as dificuldades que o Santa Cruz encontrou durante a partida contra o Clube do Remo/PA, no fim desta tarde no Estádio do Arruda. Após o primeiro gol tricolor e principalmente na segunda metade do jogo, os visitantes trouxeram algumas complicações ao time coral. 

Na coletiva de imprensa pós-jogo, o treinador negou qualquer instrução para que seus comandados atraíssem o Remo para o ataque. De acordo com ele, a modificação realizada ainda no intervalo, mexendo no lado esquerdo paraense, ditou o ritmo do segundo tempo.

" Começamos o primeiro tempo adiantando a marcação, fizemos o primeiro gol. O Remo acabou equilibrando no final, mas tivemos uma chance de ampliar com Jailson que acabou caprichando demais. No segundo tempo, o Remo veio para o tudo ou nada e ganhou o meio-campo, merecendo até chegar a um empate. Tentei dar um pouco de velocidade com Augusto, mas acabamos não dando sequência às jogadas ", resumiu o comandante. 

Acima de tudo, o alívio com mais três pontos e o reencontro com a vitória no Estádio do Arruda. Na ótica de Roberto Fernandes, o Santa Cruz tem entendido o espírito da Série C, que vai se aproximando da reta decisiva. 

" O primeiro passo para ser um bom mandante é traduzir em resultado. Já tínhamos perdido dois jogos em casa, não podíamos mais tropeçar. Não estava no script esse grau de sofrimento. As mudanças acabaram não surtindo efeito e não conseguimos equilibras as ações. Em nenhum momento foi objetivo nosso esperar o adversário. Minhas palavras no intervalo foram de buscar o segundo gol, felizmente pudemos concretizar no finalzinho ", pontuou.

PROJEÇÃO 
" O torcedor já começou a chegar junto. Vimos um bom público e o incentivo, o apoio. O próximo jogo é outra decisão contra o Globo/RN, vamos trabalhar durante a semana porque a partir de agora a missão é contruir uma diferença para o quinto colocado e ter tranquilidade em relação ao G4 ".

COMPETIÇÃO
" Temos que admitir que não existe jogo fácil na Série C. O Remo hoje é o lanterna, mas antes da competição é um clube candidato a subir. O Santa Cruz foi empurrado com a necessidade que eles tinham em pontuar. Quando você tem um na mão, prefere assegurar e não arriscar de tentar o segundo e sair sem nada. Acho que foi isso que aconteceu ".

Compartilhe:

Negando recuo deliberado, Roberto Fernandes analisa dificuldades da partida

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.