Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

23,7692307692308

Classifique:

Futebol Profissional

Roberto Fernandes enxerga incompetência da equipe e explica escolhas

Publicado: terça-feira,19 de junho de 2018, às 00:35
Por: Alexandre Ricardo

A insatisfação foi visível nas palavras do técnico Roberto Fernandes, na coletiva pós-jogo que marcou a derrota coral no Clássico das Emoções para o Náutico. O treinador coral tentou explicar os motivos que fizeram o Santa Cruz sair derrotado dentro de campo, mesmo com a vantagem de ter um homem a mais desde o primeiro tempo. 

" Faltou competência para traduzirmos a superioridade numérica em construção de jogadas. Teríamos um jogo mais franco, por conta da necessidade que o Náutico tinha em buscar um bom resultado. Mas a partir da expulsão do Ortigoza eles posicionaram duas linhas na intermediária, dificultando nossas ações. De forma geral, eles fizeram talvez a melhor partida na Série C. E ao Santa Cruz, faltou capricho para que conquistar essa vitória ", falou o comandante tricolor. 

Para iniciar a partida, Roberto Fernandes optou pela estreia de Jailson, mantendo Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende na cabeça de área. Depois de realizar duas modificações forçadas, o técnico acionou a entrdada de Jeremias. Os motivos das escolhas foram revelados pelo treinador. 

" O Jailson teve oportunidades, mas acabou não fazendo o gol. A entrada dele foi para tentar uma equipe que concluísse melhor as jogadas. Defensivamente, o Santa Cruz tomou dois gols nos últimos quatro jogos. Porém, por outro lado, apenas três times fizeram menos gols que a gente. Precisávamos ganhar o meio-campo e a única opção que eu tinha era o Jeremias. Um jogador jovem, que já mostrou qualidade anteriormente, mas não conseguiu executar. A ideia foi anulada com o gol sofrido, quando deixamos de trabalhar as jogadas para apostar nos cruzamentos ", argumentou. 

REFERÊNCIA 
" Não é a primeira vez que estou trabalhando em Pernambuco. Em todas minhas equipes, gosto de um atacante de área, principalmente como mandante. E hoje nos faltou, não tínhamos um jogador com essa característica. Uma coisa é construir o jogo com amplitude e criar situações de gol. Outra é ficar realizando cruzamentos na área, sem uma referência ". 

CORREÇÃO
" Às vezes, trabalhamos muito a bola no sistema ofensivo e tomamos os contra-ataques. Precisamos ser mais agressivos no passe, no enfrentamento. E até mesmo na hora de marcar, em matar uma jogada na origem. O Santa Cruz precisa entender as características da competição ".

MANDO DE CAMPO 
" O time do Santa Cruz precisa ter espírito de mandante. Na Série C, isso é fundamental. Fora de casa, o time perdeu pouco. Mas aqui, no Arruda, foi eliminado da Copa do Nordeste tomando quatro do ABC. E agora, perde a segunda e de novo diante do torcedor. São situações que acabam prejudicando uma campanha ".

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Roberto Fernandes enxerga incompetência da equipe e explica escolhas

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.