Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Prestes a reencontrar o Náutico, Roberto Fernandes minimiza possível vantagem

Publicado: sexta-feira,15 de junho de 2018, às 17:11
Por: Alexandre Ricardo

Quando Santa Cruz e Náutico entrarem em campo na próxima segunda-feira(18), muita coisa estará em jogo. Além de se tratar de um clássico local e uma partida importante para efeito de classificação, o técnico Roberto Fernandes reencontra o clube onde fez história nos primeiros meses do ano. O atual treinador coral comandou o Náutico no título do Campeonato Pernambucano, o primeiro do Timbu desde 2004. 

Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira(15), Roberto Fernandes falou sobre prováveis vantagens que pode levar, já que a base do atual elenco alvirrubro teve participação direta dele na montagem. Porém, de acordo com o comandante tricolor, o conhecimento se anula. 

" Se eu conheço eles, tem trinta lá que sabem muito sobre mim também. No momento que iniciar o jogo, todo mundo vai defender seus interesses. Ao contrário do que foi falado, deixei mais amigos do que desafetos. Paciência no futebol brasileiro é sempre complicado. Foi um ciclo interrompido em relação a resultados, e ponto final. No final das contas, tudo se anula ", respondeu. 

Até o dia da partida, o elenco do Santa Cruz realiza movimentações fechadas. A privacidade, de acordo com Roberto, não está necessariamente ligada à escalação. Além de citar as armas do outro lado, o treinador deu um exemplo prático, em época de Copa do Mundo. 

" Não é surpresa para ninguém que antes de jogos importantes, eu costumo fechar os treinos. Não é esconder a escalação, é criar alternativas de jogo. O elenco do Náutico sabe muito sobre minhas jogadas, muito do que eu cobro. O departamento de análise de desempenho deles tem informações. Estamos procurando alterar algumas situações nos últimos dias. O Tite, para a estreia do Brasil na Copa, divulgou a escalação mas fechou os treinamentos, nem coletiva de imprensa está acontecendo ", lembrou. 

REFORÇOS 
" Nesta reta final de inscrições, tivemos que priorizar algumas situações, como jogadores que se encaixem no perfil financeiro do clube e apresentassem características que não temos no grupo. Eduardo e Jailson vinham jogando na Série D, entraram em campo no último fim de semana. Pipico vinha jogando pelo Macaé, sendo eliminado na outra fase. De maneira pontual, são jogadores que já podem ser acionados no clássico ". 

EXPECTATIVA 
" Segunda-feira é um dia atípico para um clássico, mas acho que vamos contar com a força do nosso torcedor. Dos meus primeiros seis jogos, apenas dois são em casa. Queremos fazer nosso papel de mandante, para nos deixar mais tranquilos para atuar fora de casa. Somos o melhor visitante do Grupo A, o Santa Cruz não é um time caseiro ".

Compartilhe:

Prestes a reencontrar o Náutico, Roberto Fernandes minimiza possível vantagem

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.