Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

88,2857142857143

Classifique:

Futebol Profissional

Na estreia do novo uniforme, Santa Cruz supera expulsão para voltar a vencer

Publicado: sábado,2 de junho de 2018, às 20:36
Por: Alexandre Ricardo

O TIME – Sem poder contar com os novos reforços, Willian Maranhão e Leandro Costa, que não foram regularizados, o Santa Cruz entrou em campo com apenas duas mudanças em relação à ultima rodada, quando empatou fora de casa com o Confiança/SE. Vetado por conta de uma conjuntivite, Halef Pitbull abriu espaço para Augusto. A outra novidade foi de ordem tática, com Arthur Rezende assumindo vaga no meio-campo, que foi ocupada por Henrique Ávila anteriormente. Sendo assim, a equipe foi escalada com Tiago Machowski; Vítor, Sandoval, Augusto Silva e Allan Vieira; Charles, Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende; Valdeir, Robinho e Augusto.

O JOGO – Foi suado, mas o Santa Cruz voltou a vencer na Série C. Na estreia do novo uniforme para as temporadas 2018/19, o Clube do Povo superou expulsão antes da metade do segundo tempo para garantir o placar de 1x0 sobre a Juazeirense/BA. Com o resultado, o time das três cores volta ao G4, mesmo que provisoriamente.

Como já era de se esperar, foi o time da casa que iniciou o jogo tomando a iniciativa. Com a saída de Valdeir, Fabinho Alves foi o principal válvula de escapa da equipe, iniciando as jogadas pela esquerda. Com dificuldade para criar, o Santa Cruz teve no gol marcado um alívio para o restante do primeiro tempo, quando apenas administrou o resultado.

Com o prejuízo, a Juazeirense voltou mais agressiva para o segundo tempo. À medida que o tempo foi passando, o Mais Querido foi abaixando as linhas de marcação, passando a apostar cada vez mais na velocidades pelos lados do campo. O jogo ganhou um tenso contexto quando, aos 17 minutos da etapa final, Allan Vieira cometeu falta no ataque. Pela força excessiva, tomou o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso.

Daí em diante, o time do interior baiano foi senhor da posse de bola, encurralando o clube das três cores no campo de defesa. Porém, atuando no contra-ataque, foi a Cobra Coral que teve a grande chance de balançar as redes, quando o goleiro rebotou chute de Fabinho Alves e, na sobra, Robinho chutou com pouca força nas mãos do camisa 1 da Juazeirense. 

Chegando perto dos 45 minutos, o árbitro se firmou como principal personagem do jogo. No mesmo momento que Luiz César de Oliveira Magalhães assinalou seis minutos de acréscimo, aconteceu um lance onde o auxiliar errou uma marcação de lateral. Revoltado com a situação, o técnico Roberto Fernandes esbravejou e acabou sendo expulso. 

A partir daí, o Estádio do Arruda virou um verdadeiro caldeirão. Apesar da insatisfação com a arbitragem, a torcida coral subiu o som e, no apito final, comemorou junto com os jogadores, que fizeram questão de agradecer o incentivo.

GOLS – O placar foi inaugurado e decidido aos 30 minutos, quando Fabinho Alves realizou boa jogada individual da esquerda para o meio e a bola sobrou para Arthur Rezende. O meio-campo tricolor apenas ajeitou para Robinho, que chegou finalizando de perna direita. 

MODIFICAÇÕES - O técnico Roberto Fernandes foi obrigado a realizar sua primeira substituição ainda nos primeiros dez minutos de jogo. Depois de dividida, Valdeir sentiu a coxa esquerda e, prontamente, pediu para sair. Em seu lugar, Fabinho Alves foi acionado. Com um a menos, o treinador coral colocou em campo um jogador da posição. Henrique Ávila foi o escolhido, sendo Charles o escolhido para deixar o campo. Não mais que dois minutos depois, Vítor foi outro a levar a mão na coxa e pedir substituição. Para ajustar de vez o sistema defensivo, Roberto Fernandes optou pela entrada de Danny Morais.

Compartilhe:

Na estreia do novo uniforme, Santa Cruz supera expulsão para voltar a vencer

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.