Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Sem muita inspiração, Santa Cruz e ABC não tiram o zero do placar

Publicado: sábado,28 de abril de 2018, às 17:55
Por: Alexandre Ricardo

O TIME – Seria a primeira vez que o Santa Cruz conseguiria repetir a escalação, desde o início da temporada. Porém, de última hora, a equipe coral ganhou um desfalque. Carlinhos Paraíba apresentou quadro de virose e foi vetado da partida. Para o seu lugar, Charles foi o escolhido, adiantando Luiz Otávio para a função de segundo volante. O time foi formado com Tiago Machowski; Vítor, Danny Morais, Augusto Silva e Henrique Ávila; Charles, Luiz Otávio e Geovani; Fabinho Alves, Robinho e Robert.

O JOGO – O jogo começou bastante disputado na Arena de Pernambuco. Contando com jogadores de característica defensiva em campo, o ABC não oferecia espaços para o Santa Cruz atacar, fazendo com que a partida contasse com muitos passes errados e apesar do ritmo veloz, sem muitas chances de gols. 

As principais investidas da Cobra Coral aconteciam pelo lado direito, com Fabinho Alves tentando as jogadas ofensivas. Do outro lado, o clube potiguar contava com a ofensividade do lateral-direito Arez, que chegava com muita força utilizando triangulações com os homens de meio-campo. 

A grande chance do primeiro tempo aconteceu no último minuto, quando Vítor avançou em liberdade e de frente para o goleiro Rodrigo Carvalho, acabou finalizando para fora. 

Na volta do intervalo, o que se viu foi um ABC superior. Mantendo a organização defensiva, os visitantes mostraram mais intensidade e criaram oportunidades valiosas, mas sem sucesso na conclusão. O lance de mais perigo no lado coral aconteceu aos 39 minutos, quando Arthur Rezende cobrou falta e, caprichosamente, a bola acertou o travessão. 

Ainda deu tempo para Matheus Carvalho receber pela direita, conseguir passar pela marcação de Danny Morais e finalizar nas redes pelo lado de fora. No final das contas, um empate sem gols e a insatisfação da torcida tricolor nas arquibancadas, que vaiou a atuação.

MODIFICAÇÕES – O técnico Paulo César Gusmão decidiu mudar logo no intervalo, tirando Geovani para a entrada de Arthur Rezende. Não demorou muito para acontecer a segunda substituição. Aos 15 minutos, o lateral-esquerdo Henrique Ávila saiu de campo, dando lugar ao jovem Eduardo Brito. O relógio marcava 21 minutos do segundo tempo e o Mais Querido já havia queimado as três alterações, com Augusto sendo acionado na vaga de Robinho.

Compartilhe:

Sem muita inspiração, Santa Cruz e ABC não tiram o zero do placar

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.