Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Experiência vem sendo preponderante por uma vaga no sistema defensivo coral

Publicado: segunda-feira,26 de março de 2018, às 10:25
Por: Alexandre Ricardo

A partida contra o Treze/PB, na última quinta-feira(22), pôde evidenciar algumas opções do técnico Júnior Rocha. Na defesa, Danny Morais se credencia a titular, enquanto Genilson ganhou disputa com Augusto Silva e permaneceu entre os onze iniciais. A cabeça de área também despertou disputa, com Leandro Salino ficando à frente de Jorginho pela vaga. 

O treinador coral falou um pouco sobre as escolhas, explicando os motivos que levaram a escalar Genilson e Leandro Salino. Elogiando Danny Morais, o comandante pontuou suas considerações sobre a defesa. 

" No primeiro treino do Danny já me assustei, pela forma como ele se dirige ao restante dos jogadores, conversa. O Genilson é uma liderança do elenco, mas não tem essa característica de estar sempre falando. Optei pela entrada dos dois pela experiência, são duas referências que podem agregar ", falou Júnior Rocha. 

No meio, Leandro Salino pede passagem no lugar de Jorginho, um dos que mais atuaram com a camisa tricolor desde o início da temporada. Contratado na metade de fevereiro, o jogador de 32 anos atende uma necessidade específica e relatada pelo técnico do Mais Querido. 

" Estamos priorizando nos últimos dias uma melhor saída de bola, focando na construção de jogadas. Ficou melhor com o Salino, conseguiu chegar próximo. O Jorginho é mais de marcação, aquele que retém a posse. Sendo assim, vai precisar aprimorar esta condução, este passe ali à frente da primeira linha de marcação. Mas são duas peças importantes e que sem dúvidas contamos para a sequência do ano ", encerrou.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Experiência vem sendo preponderante por uma vaga no sistema defensivo coral

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.