Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol de Base

Utilizando a bola parada, Santa Cruz vence e respira no Pernambucano

Publicado: quarta-feira,14 de fevereiro de 2018, às 21:59
Por: Alexandre Ricardo

O TIME – Com cerca de uma semana livre para treinamentos, a missão do técnico Júnior Rocha era acertar a equipe para buscar a primeira vitória no Campeonato Pernambucano, no interior do Estado. Porém, o treinador coral teve de lidar com alguns problemas de ordem médica: Tiago Machowski, Vítor e Jeremias foram vetados pelo departamento médico, fazendo com que três mudanças fossem realizadas em relação ao triunfo sobre o Treze/PB, pela Copa do Nordeste. Assim, o Mais Querido foi escalado com Ricardo Ernesto; João Ananias, Genílson, Augusto Silva e Henrique Ávila; Jorginho, Luiz Otávio e Arthur Rezende; Robinho, Augusto e Vinícius.

O JOGO – Fora de casa, o Mais Querido entrou em campo com o intuito de garantir os três pontos. Com a dificuldade esperada, foi com muita luta que o resultado positivo foi garantido e o alívio da vitória foi bastante comemorado pelos atletas, que demonstraram muita vibração a cada jogada conquistada. 
Os primeiros momentos de jogo foram de muita disputa pela posse de bola, mas sem chances de perigo. Enquanto o Santa Cruz avançava pelo lado esquerdo, combinando ações entre Henrique Ávila e Robinho, o Afogados aproveitava o embalo da torcida e tentava a marcação sob pressão. Porém, com a defesa coral bem postada, foram mínimos os momentos de ameaça ao gol de Ricardo Ernesto nos primeiros 45 minutos de jogo.
Atrás do placar, a equipe da casa foi quem tomou iniciativa na segunda metade do confronto. Acuada, a Cobra Coral pouco incomodou e se preocupou em neutralizar as jogadas de ataque do adversário, que passou a apostar em finalizações de fora da área e cruzamentos, mas sem sucesso. 

GOLS – O Santa Cruz ficou à frente do placar aos 35 minutos do primeiro tempo, quando Augusto Silva subiu mais que todo mundo e, aproveitando escanteio cobrado por Henrique Ávila, cabeceou para o fundo das redes.

MODIFICAÇÕES – Por volta dos 30 minutos da etapa final, o técnico Júnior Rocha promoveu as primeiras mudanças. Em uma cartada só, saíram Jorginho e Arthur Rezende, para as entradas de Ilaílson e Hericles, respectivamente. A última substituição aconteceu já nos últimos minutos de jogo, quando Vinícius deu lugar a Renato Silveira, numa tentativa tricolor de segurar o resultado.

Compartilhe:

Utilizando a bola parada, Santa Cruz vence e respira no Pernambucano

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.