Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

65,5454545454545

Classifique:

Futebol Profissional

Em tom de despedida, Júlio César comenta sobre demissão de Martelotte e salários atrasados

Publicado: quinta-feira, 16 de novembro de 2017, às 19:38
Por: Leonardo Albertim

O fim da temporada vai chegando e as despedidas começam a acontecer. A primeira delas foi divulgada nesta quinta-feira (16), no Arruda. Júlio César concedeu entrevista e informou que não vai permanecer no clube para o próximo ano. Atleta que mais atuou com a camisa coral em 2017 vai disputar o Paulistão.
 
“Eu gostaria muito de ficar, de participar. Mas como foram as coisas no ano, ficou uma coisa forte, pesada. É bom mudar os ares. Ficou tudo muito marcado. O torcedor está chateado, e com razão. Sei que vão ser meus dois últimos jogos aqui. É a primeira vez que passo por isso na carreira. Ser rebaixado jogando. Mas saio de consciência tranquila. Fiz amigos aqui e estou tranquilo com o meu trabalho. Sempre fui profissional”, falou o goleiro.
 
Um dos atletas mais experientes, Júlio chegou a ser capitão durante boa parte dos jogos. Além da responsabilidade dentro de campo, o atleta também se encarregou de ser um dos porta-vozes, assim como Ricardo Bueno. O camisa um concordou com o desabafo do atacante durante o empate contra o Paraná, na última rodada.
 
“Sempre quando as coisas acontecem, ficam alguns marcados. Eu sou um deles, Bueno, Grafite também. Mas não é porque tomamos as decisões, mas por sermos porta-vozes. Tudo que acontece aqui é decidido pelo grupo. Bueno está sempre à frente e desabafou. Concordo com tudo que ele falou, não são mentiras. O momento é delicado e tudo que se fala vira algo muito grande. Precisa tomar cuidado nas palavras”, disse.
 
AMBIENTE
“O ambiente é de tristeza por tudo que aconteceu, por jogar sem estar valendo nada. É muito ruim isso. Mas na medida do possível, está bom. Todo mundo veio, conversamos e estamos aqui para tocar o barco nesses últimos dois jogos, acabar com dignidade e honrar a camisa do clube".
 
MARTELOTTE
“Chateados pela saída dele. É um cara que o grupo gosta muito, que brigou muito pela gente. Só tenho coisas boas para dizer dele e vou levar com o maior carinho. Estamos num momento tão complicado, se for mudar tudo isso aqui vira bagunça. A diretoria tomou a decisão, eu não concordo. Fico chateado por perder um grande profissional”.
 

SALÁRIOS
“A gente está tentando receber mais alguma coisa, principalmente para os funcionários. O Jomar, que é um cara que eu respeito muito, o Tininho, são pessoas que deram a palavra agora e um cheque vai ser passado para nós recebermos semana que vem. Resta acreditar nisso. São pessoas que confio e vou aguardar”.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Em tom de despedida, Júlio César comenta sobre demissão de Martelotte e salários atrasados

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.