Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

34,3333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Em clássico marcado por viradas e polêmicas, Santa Cruz perde para o Náutico

Publicado: sábado, 4 de novembro de 2017, às 18:52
Por: Alexandre Ricardo

O TIME – Sem Wellington Cézar, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e os vetados pelo departamento médico Tiago Costa, Thiago Primão e Natan, o técnico Marcelo Martelotte teve outro desfalque. O atacante Grafite, com dores na região do calcanhar, sequer ficou no banco de reservas. Para o seu lugar, André Luis foi acionado e Ricardo Bueno voltou a ser o único centroavante da equipe. Assim, o Santa Cruz foi formado com: Júlio César; Nininho, Anderson Salles, Guilherme Mattis e Yuri; João Ananias, Derley e João Paulo; André Luis, Bruno Paulo e Ricardo Bueno.

O JOGO – Santa Cruz e Náutico entraram em campo sabendo que apenas uma vitória interessava para as pretensões de se manter vivo contra o rebaixamento. Jogando em casa, o Santa Cruz tomou a iniciativa do jogo em boa parte do confronto, mas novamente mostrou dificuldades para reverter as chances em gols marcados.
Com posturas agressivas, ambos os times ofereciam espaços no início do jogo. No meio de campo, a velocidade era a tônica e principalmente pela esquerda, com Bruno Paulo, o Mais Querido dava trabalho ao rival. Sem conseguir trocar passes na região da área do Timbu, o Santa Cruz abusava dos chutes de longa distância. 
Na volta para o segundo tempo, a torcida mostrava ânimo e depois da virada, o time tricolor desperdiçou oportunidades de ampliar o placar. Porém, a partida foi marcada pela confusão com o árbitro Thiago Duarte Peixoto, que marcou um duvidoso pênalti para o Náutico e não enxergou falta dentro da área logo depois, sobre Augusto. Na reclamação, o volante Derley se exaltou e foi expulso, assim como Martelotte e seu auxiliar.  

GOLS - Apesar do domínio coral no primeiro tempo, foi o Náutico que abriu o placar. O relógio marcava 33 minutos de jogo, quando David realizou cruzamento na medida para William balançar as redes. O empate coral veio pouco antes do intervalo. André Luis foi derrubado na entrada da área e na cobrança da falta, Anderson Salles bateu com capricho, no canto direito do goleiro Jefferson. A virada ocorreu logo aos três minutos da etapa final, com Ricardo Bueno arrancando pela direita e colocando na cabeça de João Paulo, que empurrou para o gol e deixou o Santa Cruz na frente do marcador. A reação alvirrubra veio aos 13 minutos, novamente com William, que aproveitou a bobeira da defesa tricolor para, dentro da pequena área, igualar as ações. E o gol que definiu o resultado saiu também dos pés de William, que converteu pênalti marcado depois do juiz enxergar falta de Júlio César sobre o atacante. 

MODIFICAÇÕES - Cinco minutos após sofrer o segundo gol, o Santa Cruz realizou a primeira mudança. Augusto voltou a ser utilizado, entrando no lugar de Bruno Paulo. Não demorou muito para a segunda substituição: aos 21 minutos, João Ananias foi o escolhido para sair, dando vaga a Jeremias. Por volta dos 27 minutos, o treinador coral lançou sua última cartada, acionando Halef Pitbull no lugar de André Luis. 

Compartilhe:

Em clássico marcado por viradas e polêmicas, Santa Cruz perde para o Náutico

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.