Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

25,75

Classifique:

Futebol Profissional

Martelotte reconhece resultado ruim e analisa aspecto emocional da equipe

Publicado: sábado, 28 de outubro de 2017, às 19:58
Por: Alexandre Ricardo

Restaram lamentações em mais um tropeço coral na Série B. Já são oito jogos seguidos sem vitória sob comando do técnico Marcelo Martelotte, e a situação da equipe no campeonato vai se tornando cada vez mais complicada no sentido de garantir a permanência na segunda divisão. 

Depois do empate sem gols diante do Luverdense/MT, o treinador coral lamentou o fato de não vencer um adversário direto na briga contra o rebaixamento. Reconhecendo uma atuação irregular, Martelotte enxergou que mesmo assim o time poderia ter chegado ao placar desejado.

" O resultado, sem dúvida nenhuma, foi ruim. A tentativa era de vitória, de três pontos num confronto direto. Entramos em campo buscando somar pontos e segurar o adversário. Infelizmente, não aconteceu. Tivemos uma partida de regular para boa, não mais do que isso, mas que poderia ter nos trazido a vitória pois criamos algumas oportunidades ", analisou o comandante coral. 

O aspecto psicológico foi mencionado pelo técnico para resumir as dificuldades dos seus jogadores dentro de campo. De acordo com ele, o momento é de se apegar ao desejo de continuar lutando pela reviravolta na classificação. 

" O que posso dizer é que não fiz conta ainda, no futebol não é muito legal focar em matemática. Claro que neste momento você tenta se agarrar a qualquer indicativo. A equipe vem jogando bem, contra o Luverdense nem tanto, mas é o que nos permite acreditar que partindo da primeira vitória, num aspecto psicológico melhor, podemos conseguir os resultados necessários para garantir a permanência ", apontou Martelotte. 

ATAQUE 
" Quando acontece um 0x0 em casa, se fala principalmente da ineficiência. Tivemos cinco atacantes durante o jogo, na tentativa de fazer o gol que nos trouxesse a vitória. Mas não tenho dúvidas que a questão emocional interfere num lance de definição, na escolha da melhor opção. E hoje foi um dos motivos de não sairmos vitoriosos ". 

TIAGO COSTA
" Ele reclamou de dores, e aí eu assumo a responsabilidade pela entrada do jogador. Aceleramos o processo de transição dele, pela necessidade que tínhamos. Pela falta de ritmo, pelo tempo que ficou parado, não suportaria os 90 minutos. Ele sentiu a perna mais pesada já no intervalo e optamos por retirá-lo ".

FRUSTRAÇÃO
" Conseguimos colocar o adversário dentro do campo deles, chegando a duas bolas na trave além de outras oportunidades que não concluímos em gol. Apesar dessa melhora e outros aspectos positivos, não foi o bastante ".

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Martelotte reconhece resultado ruim e analisa aspecto emocional da equipe

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.