Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Após estreia com a camisa tricolor, Jeremias se apresenta ao torcedor e espera fazer história no clube

Publicado: quarta-feira, 25 de outubro de 2017, às 18:32
Por: Leonardo Albertim

Ainda pouco conhecido pela torcida coral, Jeremias fez sua estreia como jogador profissional do Santa Cruz no último sábado, no empate diante do Brasil de Pelotas, no Rio Grande do Sul. Com uma atuação de oitenta minutos e à altura daquilo que Martelotte pediu aos titulares, o meia de apenas 20 anos disse que não ficou surpreso com sua escalação.

“Eu estive sempre tranquilo. O professor passa muita tranquilidade pra o grupo todo. Eu sabia que poderia jogar porque só tinha eu de meia no elenco. O resto estava todo machucado. Martelotte fez um treino tático, rápido e eu fiquei sabendo que entraria”, disse Jeremias.

Criado na base do Porto de Caruaru, o meio campista teve destaque e logo deixou o estado para atuar no Atlético Paranaense. Buscando voos mais altos, pediu para ser emprestado e iniciar a carreira profissional. Dando sua primeira entrevista coletiva, Jeremias aproveitou para se apresentar ao torcedor.

“Comecei na base do Porto e através da Taça São Paulo tive a oportunidade de ir pra base do Atlético Paranaense. Passei dois anos por lá e optei por ser emprestado para começar a jogar no profissional. Fui para o Piauí e fui muito feliz. Fui campeão estadual e quando acabou a Série D eu vim para o Santa”, falou o meia que tem contrato até o fim de 2019 com o tricolor.

CARACTERÍSTICAS
“Minha característica é sempre o drible rápido. Gosto de jogar mais pelo meio, mas também atuo aberto. Procuro sempre me dedicar ao máximo”.

MOMENTO
“É um pouco difícil essa pressão devido essa situação do time lá embaixo na tabela. Mas estamos sempre trabalhando forte. Tudo acontece no tempo certo e eu estava esperando essa oportunidade. Vamos ter agora dois jogos em casa e precisamos ganhar. Vamos tirar o Santa dessa situação”.

TITULARIDADE
“Não sei ainda o time que vai jogar. Não sei se vou ser titular. Vou trabalhar forte essa semana. Se for o caso de jogar, estarei preparado e tranquilo. Jogar no Santa Cruz é sempre uma honra”.

TREINO FECHADO
“Esses treinos fechados é mais pra nós mesmo. É pra o grupo ter mais tranquilidade, focar mais no trabalho. É um tipo de motivação a mais pra gente vencer os jogos”.

FELICIDADE
“Eu sempre almejava jogar em um time grande quando estava no Porto. Já joguei contra o Santa Cruz e fiquei impressionado. Eu via os caras e queria jogar aqui. Vi Caça-Rato, Denis Marques e me perguntava se um dia eu chegaria lá. Agora estou e me sinto muito feliz”.

ANDRÉ LUIS
“André Luis e eu concentramos sempre juntos. Ele me pediu para ficar tranquilo e disse que estaria torcendo pra mim no jogo. Jogamos juntos no Atlético Paranaense. Ele é um irmão pra mim”.

FUTURO
“Eu trabalho e me dedico ao máximo para fazer história em um clube. Estou querendo fazer história no Santa Cruz. Isso seria muito bom pra mim e para a minha carreira”.

Foto: Santa Cruz Futebol Clube

Compartilhe:

Após estreia com a camisa tricolor, Jeremias se apresenta ao torcedor e espera fazer história no clube

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.