Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

30,9

Classifique:

Futebol Profissional

Martelotte enxerga Santa Cruz melhor e evita falar em contas para escapar do rebaixamento

Publicado: sábado, 7 de outubro de 2017, às 22:12
Por: Alexandre Ricardo

O filme se repetiu no Santa Cruz. Apesar de uma partida com bons momentos da equipe dentro de campo, o resultado não foi o esperado e o time coral saiu derrotado para o América Mineiro, por 1x0. E foi sobre os mínimos detalhes que o técnico Marcelo Martelotte analisou o confronto após o apito final.

Em coletiva de imprensa, o treinador coral enxergou uma superioridade do seus comandados na maior parte do tempo. Novamente, um dos aspectos mencionados por Martelotte foi a falta de capricho na hora de finalizar e concluir em gol oportunidades criadas.

" Sabíamos das dificuldades do jogo, da qualidade do adversário. Mas entramos conscientes de que poderíamos jogar no nosso limite e buscar a vitória. Entendo que tivemos uma atuação melhor que o adversário, as chances mais claras foi nós quem críamos. Tivemos mais posse de bola e jogamos no campo deles, mas não soubemos transformar em gols ", resumiu o técnico. 

Apesar do sentimento de domínio, Marcelo Martelotte reconheceu algumas dificuldades que o time vem demonstrando nas últimas rodadas. A derrota em casa, no momento em que o Santa Cruz vive, deve ser levada em consideração para buscar uma mudança na sequência da competição, de acordo com o comandante.

" Atualmente, o resultado é o mais importante. A análise tem que ser feita internamente, pois o placar tem um peso maior quando precisávamos vencer. O trabalho agora é de recuperação dos jogadores, resgatar a confiança. Algo que já começou no vestiário, numa primeira conversa depois do jogo ", garantiu. 

ALTERAÇÃO
" Não credito o gol sofrido à entrada do Natan. Estávamos tendo uma saída de bola basicamente com o (Thiago)Primão, com Derley jogando mais adiantado. A ideia de colocar o Natan no jogo vem justamente disso, pois queríamos alguém com esta característica de encostar mais no ataque ". 

CONCLUSÃO
" Temos tentado diversas opções, colocando os jogadores para atuar. Mas é onde reside a falta de confiança, falta a bola entrar e o resultado positivo vir. É o que facilita uma tranquilidade no trabalho, pois o aspecto emocional tem um peso maior nesta situação ". 

MATEMÁTICA
" Sempre tem um número mínimo que garante a permanência. Ultimamente teve o Oeste/SP que escapou com 41 pontos. Mas entendo que o momento não é de fazer contas, e sim buscar os resultados, somar pontos. Precisamos vencer nossos jogos ".

Compartilhe:

Martelotte enxerga Santa Cruz melhor e evita falar em contas para escapar do rebaixamento

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.