Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Martelotte isenta atacantes de culpa por falta de gols e quer equipe toda ajudando

Publicado: sábado, 7 de outubro de 2017, às 15:35
Por: Leonardo Albertim

O Santa Cruz vive momentos de instabilidade na Série B. Em algumas rodadas, o setor defensivo aparece com má atuação, em outras, o ataque passa a ser culpado pela fase ruim. Perguntado sobre a falta de gols dos centroavantes, Marcelo Martelotte isentou Grafite de culpa e preferiu não jogar a responsabilidade para um homem apenas.

" Nem ele nem ninguém fez gol nas últimas partidas. Não faço questão que nós tenhamos um jogador específico fazendo gols. Lógico que a pressão recai nele, um artilheiro experiente e que tem muito no currículo. Mas me preocupo menos com a questão individual e mais com o fato de não fazermos gols há dois jogos. Grafite tem qualidade e a qualquer momento a ajuda dele vai chegar pra gente. Não faço questão que o gol seja dele. Quero que a equipe trabalhe bem coletivamente e isso se transforme em vitória ".

Grafite marcou apenas contra o CRB. No ano todo, fez apenas dois. O primeiro foi contra o Atlético Paranaense, na estreia da libertadores. O desejo do técnico coral é que a criação de jogadas continue em evolução. Dos homens de frente, Bruno Paulo foi o último a ter sucesso. Marcou duas vezes contra o Goiás, no Arruda.

Nós temos dois jogos sem fazer gol. Naquele jogo contra o Ceará, criamos bastante, mas pecamos muito nesse sentido. Contra o Inter a gente criou também algumas boas oportunidades. Fizemos alguns trabalhos de finalização essa semana e passamos confiança para os nossos atacantes. Queremos continuar criando para ter condições de fazer os gols ".

Compartilhe:

Martelotte isenta atacantes de culpa por falta de gols e quer equipe toda ajudando

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.