Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Numa crescente em números, defesa coral tem missão de parar ataque milionário do Internacional

Publicado: sexta-feira, 29 de setembro de 2017, às 16:35
Por: Alexandre Ricardo

O número de apenas um gol sofrido em quatro jogos tem sido bastante comemorado nas Repúblicas Independentes do Arruda. E esta evolução será colocada totalmente à prova neste sábado(30), quando o Santa Cruz visita o Internacional/RS, líder da Série B. 

Além de possuir o melhor ataque da competição, com 41 gols marcados em 26 rodadas disputadas, o setor ofensivo dos gaúchos conta com nomes que dispensam apresentações. William Pottker, Eduardo Sasha e Leandro Damião são os responsáveis por levar perigo ao adversário, além da armação composta por Camilo e pelo capitão D'Alessandro. 

O objetivo tricolor é ter a mesma consistência mostrada diante do Londrina/PR, apesar de ser a única partida sob comando do técnico Marcelo Martelotte que a equipe foi vazada. O fato se explica por conta da força que os paranaenses também apresentaram durante a competição, contanto atualmente com o segundo melhor ataque, ao lado do Paraná Clube, com 39 gols feitos. 

Para o zagueiro Anderson Salles, a chave para o Mais Querido sair com um resultado positivo de Porto Alegre é atuar com inteligência, sabendo explorar os poucos aspectos negativos do qualificado elenco gaúcho. 

" Não podemos jogar tão abertos. Vamos lá para neutralizar os pontos fortes do Inter, buscando jogar o jogo. Mas isso não quer dizer que devemos ficar apenas recuados, marcando a equipe deles. Sabemos de toda qualidade no outro lado, mas precisamos agredir e propor nosso jogo também ", apontou o defensor.

Compartilhe:

Numa crescente em números, defesa coral tem missão de parar ataque milionário do Internacional

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.