Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

61,8

Classifique:

Futebol Profissional

Nomes do elenco coral reencontram o técnico Marcelo Martelotte

Publicado: segunda-feira, 28 de agosto de 2017, às 10:59
Por: Alexandre Ricardo

Quando chegar ao Estádio do Arruda para sua terceira passagem comandando o Santa Cruz, o técnico Marcelo Martelotte encontrará um elenco, na sua grande maioria, formado por Vinícius Eutrópio e com nomes indicados por Givanildo Oliveira, os outros dois treinadores corais na temporada. 

Porém, devido ao dinâmico mundo do futebol, alguns nomes serão familiares para o novo comandante tricolor. Contando as suas duas trajetórias no Mais Querido, Martelotte acumula um título de Campeonato Pernambucano, em 2013, e um acesso à Série A, conquistado em 2015.

Na vitoriosa campanha de 2013, quando a Cobra Coral faturou o tricampeonato pernambucano, o lateral-direito Nininho fazia parte do elenco. Apesar de ser reserva na maior parte da competição, sempre era acionado no segundo tempo por Martelotte. Em 2015, antes de ser emprestado ao América/RN, Nininho ainda chegou a atuar no time que mais tarde carimbava vaga na Primeira Divisão. 

Quando dirigiu o Náutico, no final de 2013, Martelotte ainda trabalhou com Derley e João Ananias, atletas que hoje fazem parte do elenco tricolor. Outro que foi jogador do treinador tricolor e voltará a ser é o meia Thiago Primão, que vestiu a camisa do Atlético/GO, time treinador por Martelotte em 2014 e 2015. 

Além de Nininho, outros nomes oriundos das divisões de base tiveram oportunidades com Martelotte. Marcílio foi integrado ao elenco profissional ainda em 2015, quando inclusive balançou as redes frente ao Paraná Clube, na Série B daquele ano. Já Lucas Gomes ganhou chances no início de 2016, realizando pré-temporada junto com o elenco conduzido por Marcelo.

Sendo o treinador responsável por conduzir a volta coral à elite do futebol brasileiro, Marcelo Martelotte também reencontra o lateral-direito Vítor, que recupera-se de grave lesão sofrida no início do campeonato. Assim como Grafite, que foi protagonista daquela surpreendente campanha, fazendo agora o caminho inverso: "recebendo" Martelotte, mas com o objetivo de se livrar do rebaixamento.

Números de Martelotte no Santa Cruz: 

2013 - 27 jogos: 
16 vitórias
5 empates
6 derrotas
65% de aproveitamento
Título pernambucano

2015/2016 - 46 jogos:
25 vitórias
9 empates
12 derrotas
60% de aproveitamento
Acesso à Série A

73 jogos
41 vitórias
14 empates
18 derrotas
62% de aproveitamento

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Nomes do elenco coral reencontram o técnico Marcelo Martelotte

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.