Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

20,6

Classifique:

Futebol Profissional

Triste pelo momento, Givanildo acredita poder extrair mais dos jogadores

Publicado: sábado, 26 de agosto de 2017, às 19:57
Por: Alexandre Ricardo

No futebol brasileiro, a pressão pelos resultados costuma ser determinante para avaliar o trabalho de um treinador. Já marcando sete jogos sem saber o que é vencer à frente do Santa Cruz, Givanildo Oliveira reconheceu o péssimo momento que sua equipe vem atravessando na Série B. 

Ao final da derrota por 2x1 para o CRB/AL, o comandante coral lamentou não conseguir o resultado que garantiria a saída do Mais Querido da zona de rebaixamento. Para o técnico, os gols tomados foram causados por erros determinantes dentro do jogo. 

" Se ganhássemos o jogo hoje, uma certa tranquilidade viria pois ficávamos fora do Z4. Era um jogo para se ganhar, saímos na frente, mas tomamos dois gols que poderíamos evitar. No primeiro gol, o jogador foi feliz, mas erramos na marcação e oferecemos muito espaço para que o chute tivesse saído ", analisou. 

Tratando da dura realidade que assola o Mais Querido, Givanildo fez questão de negar qualquer pensamento de entregar o cargo. Para ele, ainda existem saídas para que o trabalho tenha uma reviravolta.

" Eu acredito que consigo extrair mais destes jogadores. Temos um contrato e continuarei até o final, a não ser que a diretoria não queira contar mais com meus serviços, aí é outra história. Com consentimento de todos, estarei com este time no decorrer do campeonato ", garantiu Givanido. 

O próximo compromisso coral na competição nacional acontece somente daqui a duas semanas, no dia 9 de setembro contra o ABC/RN fora de casa. Tal espaço de tempo também foi comentado por Givanildo em sua coletiva de imprensa. " No momento que nos encontramos, seria melhor ter um jogo logo agora para tentarmos reverter o quadro. Mas vamos utilizar este período para corrigir nossas falhas e estarmos mais prontos para a sequência ". 

DEFESA
" Em todos estes últimos jogos que estamos perdendo, sempre tomamos dois gols. É um número negativo, mas não é culpa apenas da defesa. Estamos pecando enquanto time, num todo. Precisamos nos ajudar e atuar em conjunto ". 

FORMAÇÃO
" A maioria dos times, atualmente, jogam com esta disposição: dois atacantes abertos e uma referência. Acho que a mudança deve acontecer nas peças, não no esquema. É um estilo que se consolidou nacionalmente ".

Compartilhe:

Triste pelo momento, Givanildo acredita poder extrair mais dos jogadores

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.