Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

12,875

Classifique:

Futebol Profissional

Após novo revés, jogadores lamentam erros na bola aérea

Publicado: sábado,19 de agosto de 2017, às 19:06
Por: Leonardo Albertim

Depois de levar dois gols com menos de dez minutos de partida, o Santa Cruz não teve forças para reverter a situação diante do Guarani, no Brinco de Ouro, e acabou amargando a sua quinta derrota consecutiva na Série B. O mau momento do Mais Querido é preocupante, principalmente com a entrada na zona de rebaixamento.

Sobre o jogo, os jogadores foram de poucas palavras e lamentaram os gols tomados de bola parada. Willian Rocha e Ewerton Páscoa tiveram sucesso em lances parecidos, após levantamentos na área coral.

Júlio César: “ A gente teve dez minutos de vacilo. A nossa situação é terrível. Mas cada um precisa assumir sua responsabilidade. Só nós podemos tirar o Santa Cruz dessa situação ”.

Derley: “ Foi conversado. Bola parada decide muitos jogos e tomamos dois gols assim. Treinamos a semana inteira, conversamos. É difícil tomar um gol atrás do outro, da forma como aconteceu ”.

Grafite: “ Tomamos dois gols de bola parada e isso aconteceu sendo uma deficiência nossa. Hoje, repetimos esse erro e fica difícil ir buscar. Tivemos oportunidades e não fomos felizes. O momento é de união, para que a gente possa vencer no próximo jogo. Estamos criando pouco, sem intensidade. Quando acontece isso, fica mais difícil sair gol. Mas vamos trabalhar para sair dessa situação ”.

Elicarlos: “ A gente tomou gol muito rápido. Um atrás do outro. No segundo tempo controlamos, mas não conseguimos chegar ao gol. Agora é pensar no jogo contra o CRB/AL para reagir logo. Treinamos isso durante a semana. Não podemos tirar o mérito do adversário, mas precisamos ver o que erramos e melhorar mais ".

Compartilhe:

Após novo revés, jogadores lamentam erros na bola aérea

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.