Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

17,1666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Ressaltando postura diferente, Givanildo lamenta desatenções durante o jogo

Publicado: sábado, 5 de agosto de 2017, às 20:30
Por: Leonardo Albertim

As coisas não estão caminhando bem para o Santa Cruz. No duelo diante do Juventude, após um primeiro tempo tranquilo, sem levar muitos sustos, desatenções na etapa final fizeram o Mais Querido sair atrás no marcador e não conseguir reverter a situação. A derrota para os gaúchos por 2x1 foi bastante lamentada por Givanildo Oliveira, principalmente pelos erros.

O primeiro gol dos donos da casa aconteceu num lance curioso. Tiago Costa, no chão, conseguiu derrubar o meio-campista Juninho e a arbitragem assinalou a penalidade. No segundo, uma cobrança rápida de falta fez a bola chegar em Tiago Marques, que fez o segundo dele na partida.

Foi um jogo controlado no primeiro tempo e tivemos dois erros graves. No primeiro gol a bola já tinha saído da área, um atleta nosso já estava com ela, mas acabou acontecendo o pênalti. O segundo gol, não podemos deixar bater uma falta rápida daquela. Nosso sistema todo desmanchado, todo errado. Tínhamos dois jogadores na frente da bola, tinham que não deixar bater. Foi uma vitória em dois erros que nós tivemos ”, analisou o comandante coral.

POSTURA
Tivemos jogos em casa que não ganhamos. E precisamos fazer o dever. Mesmo perdendo hoje, tivemos uma postura diferente. Rodamos bem a bola no primeiro tempo. Não criamos chances, mas tivemos posse de bola. Levamos o gol no segundo tempo e tivemos os nossos dois erros graves ”.

MOMENTO
Essa competição é desse jeito mesmo. Estamos há quatro jogos sem ganhar. Em doze pontos, fizemos apenas um. Isso foi crucial para ficar ali perto do Z4 ".

Compartilhe:

Ressaltando postura diferente, Givanildo lamenta desatenções durante o jogo

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.