Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

28,0909090909091

Classifique:

Futebol Profissional

De virada, Santa Cruz perde e recebe vaias do torcedor na Arena

Publicado: terça-feira, 1 de agosto de 2017, às 22:30
Por: Leonardo Albertim

O TIME – Givanildo não teve tempo para organizar a equipe devido à proximidade no dia dos jogos. Para a partida diante do Paysandu, o treinador promoveu a entrada de João Ananias entre os titulares e o retorno de Bruno Paulo no ataque. O Mais Querido entrou em campo da seguinte forma: Júlio César; Alex Travassos, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; Derley, João Ananias, Thiago Primão; André Luis, Bruno Paulo e Ricardo Bueno.

O JOGO – O Santa Cruz decepcionou novamente os torcedores na Arena de Pernambuco ao perder para o Paysandu por 2x1. O time tricolor saiu na frente do placar, cedeu o empate e não conseguiu segurar o ímpeto ofensivo do adversário após a expulsão do goleiro Júlio César. Os gols de Ayrton e Bérgson deram a vitória ao Papão.

A primeira metade da partida não teve muita emoção. Santa Cruz e Paysandu se estudaram bastante e os goleiros quase não foram acionados. Pelo lado do Papão, no lance mais perigoso, Anderson Salles chegou de carrinho e afastou o chute de Magno. Já a primeira chegada tricolor a arbitragem marcou pênalti e Ricardo Bueno abriu o placar para dar um pouco de tranquilidade ao time de Givanildo que desceu para o intervalo vencendo.

O segundo tempo teve um tempero maior. Após a expulsão do goleiro Júlio César logo aos 2 minutos, os dois treinadores tiveram que mudar a proposta de jogo. O Paysandu buscou tomar conta das ações e explorar a superioridade numérica. Querendo segurar o placar, a Cobra Coral se fechou e buscou controlar a posse de bola. Sem conseguir, o time de Givanildo viu Bérgson fazer o segundo dos paraenses e sacramentar a vitória bicolor.

MODIFICAÇÕES – A primeira mudança do Santa Cruz ocorreu devido a expulsão de Júlio César, com 2 minutos do segundo tempo. Jacsson entrou no lugar de Bruno Paulo. A segunda modificação foi a entrada de Nininho na vaga de Alex Travassos. Aos 28 minutos, Augusto foi acionado no lugar de André Luis.

GOLS – Ricardo Bueno abriu o placar aos 37 da etapa inicial. Após lance pelo alto dentro da área, a arbitragem marcou um toque de mão do lateral Peri e assinalou penalidade máxima. O camisa 99 foi para cobrança e bateu forte, sem chance para o goleiro Emerson.  O Paysandu empatou o duelo com 2 minutos da etapa final. Ayrton, em falta frontal, não deu chances para Júlio César.

Compartilhe:

De virada, Santa Cruz perde e recebe vaias do torcedor na Arena

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.