Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Sem divulgar a equipe, Givanildo fala sobre desgaste e forma de jogar

Publicado: quinta-feira, 20 de julho de 2017, às 11:24
Por: Leonardo Albertim

Givanildo Oliveira não costuma divulgar a escalação da equipe nas vésperas do confronto. O fato de realizar poucos treinos e necessitar de descanso devido ao forte desgaste dos atletas deixa o treinador coral impossibilitado até de saber com quem vai poder contar.

Após realizar o último treino na quinta-feira (20), Givanildo ainda aguarda pelo departamento físico para saber quem poderá entrar em campo. Foram seis ausências no último treino: Bruno Silva, Gabriel Válles, Tiago Costa, André Luis, Augusto e Pitbull. Com Jaime à disposição após cumprir suspensão, o comandante coral informou que já sabe quem vai entrar de frente, mas não vai divulgar.

“Vou esperar o Bruno Silva até amanhã. Agora entre os dois (Anderson Salles e Jaime) eu já tenho na minha cabeça e vocês só vão saber antes de começar a jogo”, disse Giva.

DESGASTE
“Se não jogarem os seis que não treinaram, complica muito, até eu entro. Mas acredito que esse pessoal com o CK alto vai amanhecer melhor. Vamos aguardar. Na preleção eu pergunto a cada um e sei que eles vão ser sinceros para dizer se estão bem ou não para poder atuar”.

RICARDO BUENO
“Ele treinou hoje, num trabalho curto. Já havia trabalhado ontem também. Estamos esperando o departamento médico. Se ele tiver condições, entra e começa jogando”.

PREPARAÇÃO
“Está sendo tudo mais na base da conversa. Tem uma história no futebol que o pensamento é não tomar gol. A forma que eu trabalho, muita gente acha que é retranca. Mas você precisa saber se defender. Se você quer ganhar, o outro time também quer. Estamos mostrando alguma situações de jogo para os atletas. Não só da defesa, mas da equipe em geral. O foco também é na bola parada”.

DIFICULDADES
“Eu gosto muito da aplicação. Mas o futebol mudou muito. Encaramos muitos times com a marcação muito forte. Às vezes a gente precisa tocar a bola, voltar o jogo e o torcedor não gosta muito disso. Estamos enfrentando times fortes e que vamos ter dificuldade. Jogo passado foi difícil e esse contra o Boa Esporte também vai ser. Tínhamos que arrumar um jeito de sair da marcação".

POSICIONAMENTO
"Eu não gosto de jogadores fixos em uma posição. Deixo eles com liberdade. Se ficarem parado, a marcação vai saber de tudo que vamos fazer e ficaremos na mesmice. Nosso gol foi a prova de que temos que nos mexer. Aconteceu no bico da grande área, após boa movimentação".

CLASSIFICAÇÃO
“O Campeonato está muito aberto. Quem está na frente soma 27 pontos. Estamos com 22. São cinco pontos de diferença. Ninguém está garantido. Acho que esse será mais difícil do que os outros campeonatos, pelo jeito que está. Tudo muito embolado”.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Sem divulgar a equipe, Givanildo fala sobre desgaste e forma de jogar

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.