Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Reserva, Vallés vê com bons olhos maratona de jogos no Brasil para ganhar mais chances

Publicado: terça-feira, 4 de abril de 2017, às 08:19
Por: Daniel Lima

O fato de ser banco do lateral direito Vítor não incomoda Gabriel Vallés. O argentino se mostra tranquilo com relação a isso, mas por outro lado almeja mais chances no Santa Cruz após período difícil no Arruda. Ele, que chegou ao clube em setembro do ano passado, não foi inscrito a tempo no Campeonato Brasileiro da Série A e passou três meses só treinando. Este ano, teve seu contrato renovado e até agora só jogou duas partidas com a camisa coral, começando de frente em uma delas. 

“Ano passado foi muito difícil porque ficava só treinando com o elenco. Nesta temporada não joguei muito, mas é diferente poder jogar e fazer um treino bom para manter a expectativa de poder jogar o próximo jogo”, declarou o gringo. Defender o Santa Cruz é algo pioneiro para o jogador, que nunca tinha atuado no Brasil. Toda sua carreira foi na Argentina. A experiência no futebol brasileiro o agrada e uma coisa que o surpreende é o número de partidas. Para Vallés, isso é positivo por proporcionar mais chances durante a temporada. 

“Sempre digo aos outros gringos que tem muito jogo aqui no Brasil. Na Argentina não tem tanto. É melhor ter mais jogos para dar a possibilidade de jogar. Se não tivesse tanto jogo, acho que para mim não seria tão fácil”, exaltou o argentino, que será titular no confronto diante do Belo Jardim, na Arena de Pernambuco, na quarta-feira (5), pela penúltima rodada do Campeonato Estadual. 

CHANCE
“Todo jogo é importante. O Santa Cruz já está classificado, mas tem esses últimos jogos e tem que jogar bem. Estamos pensando no melhor para o clube. Então, todos do grupo estão preparados para jogar e defender o clube", afirmou. 

ATUAÇÃO 
“Entrei com muita expectativa (contra o Sport). Foi muito tempo esperando a oportunidade. Pensei que não poderia jogar, mas fiz de tudo para continuar e acho que foi um bom jogo de todo o time”, lembrou. 

 

Compartilhe:

Reserva, Vallés vê com bons olhos maratona de jogos no Brasil para ganhar mais chances

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.