Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

94,4166666666667

Classifique:

Futebol Profissional

“A torcida mexeu comigo”, diz Zé Carlos, que quer virar ídolo do Santa Cruz em 2017

Publicado: sábado, 7 de janeiro de 2017, às 09:16
Por: Daniel Lima

A negociação entre Santa Cruz e Zé Carlos está perto de ser concretizada. Faltando apenas a assinatura do contrato, somente alguns detalhes separam o atacante do Arruda. Praticamente fechado com o tricolor, ele já sonha em virar ídolo e fazer história no clube em 2017. Em entrevista exclusiva concedida à Rádio CBN, ele se mostrou empolgado para vestir a camisa coral nesta temporada.

“O Santa Cruz é um clube de massa e que tem uma grande torcida. Isso mexeu comigo. Sei que hoje estão precisando de um ídolo, como foi o Grafite, e tenho certeza que vou conseguir. Quero fazer história no clube e fico feliz pela oportunidade de vestir essa camisa. Já tive informações sobre o clube e fico feliz pela negociação estar perto do final. Esperar meu advogado para concretizar tudo”, declarou o centroavante.

Conhecido como “Zé do Gol”, o centroavante terá a missão de suprir a lacuna deixada pelo atacante Grafite, hoje no Atlético-PR. Além do desejo de deixar um marco no Santa, Zé Carlos quer ganhar identificação com a torcida, vista por ele como apaixonada e vibrante nas arquibancadas.

“O torcedor do Santa Cruz é apaixonado. E isso mexeu comigo. Gosto de jogar num clube de massa, que tem torcida. O torcedor pode esperar de mim muita força, vontade e suor. Tenho certeza que vou marcar história”, acentuou.

DÊNIS MARQUES

Natural de Maceió-AL, o jogador de 33 anos revelou que é amigo pessoal do atacante Dênis Marques, que foi ídolo e artilheiro no Santa Cruz na passagem de 2012 a 2013. O Predador, como era chamado no Arruda, também reside em Alagoas. “Dênis Marques é um grande amigo meu. Somos vizinhos de condomínio. A gente sempre conversa quando está junto”, disse.

TRAJETÓRIA

Revelado no Corinthians Alagoano, Zé Carlos já defendeu muitos clubes na carreira e tem uma vasta experiência. Passou por dois times de Portugal – Porto e Vizela – e em 2004 retornou para Maceió para jogar no CRB-AL. Um ano depois, acertou com a Ponte Preta-SP, mas passou pouco tempo em Campinas e logo voltou ao Galo da Pajuçara. Também jogou em dois clubes da Coreia do Sul, Ulsan e Jeonbuk, além da passagem pelo Paulista-SP, Cruzeiro-MG, Portuguesa-SP e Gamba Osaka, do Japão.

Em 2012, o centroavante foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro da Série B pelo Criciúma-SC, marcando 27 gols. Depois, foi atuar no Changchun Yatai, da China, e em 2015 retornou ao CRB-AL para ser o goleador da Segunda Divisão mais uma vez, com 19 gols. Em janeiro do ano passado, deixou o time alagoano para jogar no Ajman Club, dos Emirados Árabes, mas em maio voltou novamente para o clube regatiano.

Foto: André Durão/GloboEsporte.com

Compartilhe:

“A torcida mexeu comigo”, diz Zé Carlos, que quer virar ídolo do Santa Cruz em 2017

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.