Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

14,7142857142857

Classifique:

Futebol Profissional

De olho no Corinthians, Milton Mendes volta a cobrar regularidade do Santa Cruz na Série A

Publicado: sexta-feira,24 de junho de 2016, às 14:13
Por: Redação CoralNET

Os resultados negativos do Santa Cruz no Brasileiro da Série A ligaram o alerta de Milton Mendes. Após perder cinco dos últimos seis jogos, a cobrança no Arruda é em cima da regularidade apresentada pelo time no início da competição. Mesmo ciente das dificuldades que serão enfrentadas contra o Corinthians/SP, no sábado (25), fora de casa, o técnico coral cobrou uma concentração maior dos seus comandados para tentar se reabilitar.

"O nosso desafio é manter o nível de concentração, de entrega, de jogadas nos 90 minutos. Esses são os jogadores que nós temos e é com eles que nós vamos lutar, que vamos para cima. Vamos nos debruçar sobre isso", afirmou o treinador. Para ele, a fase ruim não é motivo para mudar a maneira da equipe atuar. Com isso, a tendência é que o time continue com a estratégia de contra-atacar usando a velocidade pelos lados do campo.

"A nossa estratégia sempre foi essa. Sempre trabalhamos o nosso time de acordo com as características dos nossos jogadores. E nós estamos sempre usando o que cada um tem de melhor. Keno é um jogador de velocidade, assim como Arthur e Lelê. Já Grafite é posicional, mas também tem velocidade, é potente. Enfim, a nossa é uma equipe de velocidade. Essa é a nossa forma de jogar”, declarou.

Nas quatro primeiras rodadas da Série A, o Santa esteve no G4 e chegou a liderar duas vezes, mas depois desceu em queda livre. Hoje, está a dois pontos do Z4, na 15ª colocação, com 11 pontos conquistados, dois a mais que o Botafogo/RJ, que abre a zona de rebaixamento.

Compartilhe:

De olho no Corinthians, Milton Mendes volta a cobrar regularidade do Santa Cruz na Série A

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.