Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

14,7142857142857

Classifique:

Futebol Profissional

Milton Mendes avalia derrota do Santa Cruz como injusta e nega proposta do Flamengo

Publicado: quarta-feira,22 de junho de 2016, às 23:57
Por: Redação CoralNET

A quinta derrota do Santa Cruz - desta vez para o Flamengo/RJ, no Arruda, pelo placar de 1 a 0 - nos últimos seis jogos da Série A foi bastante sentida pelo técnico Milton Mendes. Para o treinador, a lamentação pelo tropeço dentro de casa, nesta quarta-feira (22), aumenta ainda mais pelo que foi o jogo. Ele ficou satisfeito com o rendimento da equipe, mas reconheceu a falta de pontaria para marcar os gols.

"Em relação ao jogo, eu acho que é unânime para quem viu o jogo. O Flamengo só chutou duas vezes no primeiro tempo e uma no segundo. Amargamos uma derrota muito injusta. Nosso volume de jogo foi muito bom. Tivemos várias oportunidades claras e isso demonstra a força do nosso time. Tentamos, criamos, mas a finalização não foi o nosso ponto forte", analisou. 

Antes da partida, surgiu uma informação extraoficial de que o técnico Milton Mendes poderia estar deixando o Santa para acertar com o Flamengo/RJ. Inclusive, já teria uma reunião marcada após o confronto. No entanto, o comandante coral negou o interesse dos cariocas e disse que os boatos são inverdades.

"Não sei de nada sobre isso. Só foi especulação. Se houvesse uma possibilidade do Flamengo, seria uma honra e extraordinário para qualquer treinador receber o convite. Não existe proposta nenhuma", garantiu.

DERROTA
"Todas as derrotas são ruins, mas pelo que fizemos no jogo essa foi a que eu senti mais até agora. Nossa equipe rendeu, mas infelizmente não marcou. Não finalizamos com precisão", pontuou o treinador do Santa Cruz.

OUÇA A ENTREVISTA DO TÉCNICO CORAL

Compartilhe:

Milton Mendes avalia derrota do Santa Cruz como injusta e nega proposta do Flamengo

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.