Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Com equipe definida, Campinense se apega a retrospecto contra pernambucanos para surpreender

Publicado: domingo,1 de maio de 2016, às 10:19
Por: Daniel Lima

A equipe do Campinense/PB está pronta para a final da Copa do Nordeste. Às vésperas da partida contra o Santa Cruz, o técnico Francisco Diá definiu o time titular com uma mudança em relação ao jogo da ida no Arruda. Sem poder contar com o volante Leandro Sobral, vetado por conta de uma lesão, o treinador deixou o mistério de lado e confirmou a entrada de Fernando Pires. Desta forma, a provável escalação dos paraibanos é: Glédson; Negretti, Tiago Sala e Joécio; Danilo; Magno, Fernando Pires, Filipe Ramon e Roger Gaúcho; Raul e Rodrigão.
 
Mesmo com maioria de jogadores desconhecidos, o Campinense/PB mostrou ser uma equipe bem organizada na primeira partida da final, quando perdeu para os corais pelo placar de 2 a 1, com o gol da vitória coral marcada no último lance do confronto. Os destaques do time rubro-negros são o goleiro Glédson, ex-Santa e Náutico, o zagueiro Joécio, o meia Roger Gaúcho e o atacante Rodrigão, artilheiro da Copa do Nordeste, com oito gols marcados. 
 
O retrospecto recente da Raposa na Copa do Nordeste empolga para a disputa da decisão. Na fase de grupos da competição, o time da Paraíba terminou na liderança da chave A, somou 16 pontos (seis vitórias e um empate) e chegou invicto às quartas de final. Eliminou o Salgueiro após vencer no Cornélio de Barros por 2 a 0 e perder em casa pelo placar de 2 a 1. Vale ressaltar que o Campinense derrotou o Carcará duas vezes na primeira fase. Nas semifinais, eliminou o Sport Recife – perdeu na Ilha do Retiro por 1 a 0 e em Campina Grande deu o troco na mesma moeda, garantindo a classificação para a final nos pênaltis. 
 
Santa Cruz e Campinense disputam o segundo jogo da finalíssima do Nordestão neste domingo, às 16h, no estádio Amigão, em Campina Grande. Qualquer empate dá a taça aos tricolores, enquanto os paraibanos têm que vencer por qualquer placar para soltar o grito de bicampeão do torneio regional. 

Compartilhe:

Com equipe definida, Campinense se apega a retrospecto contra pernambucanos para surpreender

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.