Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Com característica oposta à de Bruno Moraes, Arthur vira preferência como falso 9 do Santa Cruz

Publicado: domingo,13 de março de 2016, às 09:51
Por: Daniel Lima

Na campanha do acesso à Série A no ano passado, o substituto imediato do atacante Grafite era o atacante Bruno Moraes, que, inclusive, caiu nas graças da torcida do Santa Cruz e ganhou até o apelido de General após balançar as redes nove vezes em apenas seis jogos como titular. Porém, nesta temporada, só teve uma oportunidade entre os titulares, participou de sete jogos e marcou dois gols, um deles na última terça-feira (8) contra o Confiança/SE. Recentemente tem perdido espaço para Arthur, velho conhecido do técnico Marcelo Martelotte, que fará a terceira partida como titular. 

“Tenho que continuar me empenhado nos treinos e agarrar as oportunidades. Buscar fazer gols. Depois da minha primeira chance como titular, acabei me machucado. Me recuperei e vou para a minha terceira partida na titularidade após uma boa partida no último jogo, contra o Confiança”, disse o atacante. 

Contratado no início deste ano junto ao Atlético/GO, clube no qual trabalhou com o atual treinador coral, o atacante Arthur continua sendo preferência para substituir o ídolo Grafite, que desfalca o Santa pela segunda vez seguida por conta de uma lesão no glúteo. E Martelotte argumenta o motivo da escolha para o ataque. 

“Arthur vem ganhando a posição. Não vejo isso como definitivo em relação a partida. Entendo que ele é um jogador que se movimenta mais, tem mais velocidade, não só mais que Bruno, mas também mais que Grafite. Acredito que tenha a condição de nos dar mais mobilidade. Por isso iniciamos assim”, argumentou.  

Ao longo dos treinamentos deu para notar que Arthur atua como um falso 9. Em alguns momentos, se posiciona dentro da área como a principal referência do ataque. Ao mesmo tempo, procura dar movimentação ao setor de ataque, deixando de ser centroavante. Essa dinâmica durante a partida serve justamente para enganar a marcação adversária. Apesar da boa característica, o atacante ainda não deixou sua marca em três jogos, dois como titular, com a camisa do Santa Cruz. Ele também lamentou a lesão no tornozelo, sofrida há um mês, que o deixou de fora por seis partidas. 

“Como passei um tempo no Departamento Médico, estou procurando me entrosar com os companheiros, pois acabei de voltar de uma lesão. Mas, tenho certeza, que irei conseguir esse entrosamento o mais rápido possível”, garantiu. 

Na sua apresentação como novo jogador do clube, Arthur disse que chegou para fazer a função de ponta, como uma espécie de atacante de beirada. Mesmo tendo sido o camisa 9 do Atlético/GO na temporada passada, quando marcou 12 gols e foi o artilheiro da equipe, ele mostrou estar disposto a mudar o posicionamento, já que na sua opinião Grafite é a preferência no posto de centroavante. Mas, até agora, ele tem tentado usar a versatilidade como trunfo para tentar agarrar a titularidade. 

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Com característica oposta à de Bruno Moraes, Arthur vira preferência como falso 9 do Santa Cruz

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.