Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Sem tempo de treino e lutando contra o desgaste, Santa aposta na conversa para melhorar futebol

Publicado: segunda-feira,7 de março de 2016, às 11:47
Por: Daniel Lima

A situação do Santa Cruz dentro de campo não é das melhores. Fora dele, parece ainda mais complicada para o técnico Marcelo Martelotte. Ele voltou a se queixar do desgaste dos seus jogadores, contestação feita desde os primeiros jogos da temporada. Com um tempo curto de uma partida para outra, o time mal consegue treinar. É por isso que a prioridade após os jogos tem sido o descanso para recuperar a parte física. 

Mas depois da equipe coral frustrar a torcida ao empatar em 0 a 0 com o Central, no Arruda, pela 6ª rodada do Campeonato Pernambucano, o treinador vê como obrigação uma mudança. Inclusive ela precisa ser imediata, já que o próximo compromisso será nesta terça-feira (8), contra o Confiança/SE. Sem tempo, a saída de Martelotte é usar o diálogo interno para orientar seus comandados. 

"De hoje para terça, se eu falar que vou mudar o esquema, mudar os jogadores, vai ser só na conversa. Vamos treinar na segunda para recuperar um time que ficou concentrado a semana inteira. O que a gente tem feito muito até agora é buscar alternativas possíveis dentro da conversa”, disse. 

O técnico ainda deu a entender que a base do time deve ser mantida para o jogo da Copa do Nordeste. Para ele, o crucial nesse momento é mudar o comportamento dos
jogadores e não ficar fazendo modificações na escalação. “O treino é rápido e curto para não haver muitos desgastes. É difícil pensar em grandes mudanças táticas se você não tem tempo para treinar. Mas a gente pode conversar e cobrar, inclusive, situações que sabemos que o grupo pode fazer. A partir daí, lógico que o entendimento tem que ser rápido. A gente precisa mudar de atitude na terça”, advertiu. 

Indagado sobre se existiria a possibilidade de lançar alguma surpresa na escalação para encarar o Confiança/SE, Martelotte deixou a dúvida no ar. Talvez, ele seja forçado a fazer alguma alteração, pois tudo depende da recuperação dos seus atletas. "Existem duas alternativas para se pensar: ou repete o time para criar entrosamento, ou muda muito pela questão física. Algumas vezes, fomos obrigados a mudar bastante”, despistou. 

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Sem tempo de treino e lutando contra o desgaste, Santa aposta na conversa para melhorar futebol

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.