Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

61,8

Classifique:

Futebol Profissional

Válvula de escape do Santa Cruz, Lelê revela incômodo com jejum de gols na temporada

Publicado: segunda-feira,29 de fevereiro de 2016, às 20:57
Por: Daniel Lima

Um dos jogadores mais regulares do Santa Cruz neste início de temporada, o meia-atacante Lelê celebrou a boa fase, mas admitiu um certo incômodo com o jejum de gols nos sete jogos dos oito em que atuou este ano. A última vez que o jogador balançou as redes foi no dia 14 de novembro do ano passado na vitória emblemática coral contra o Botafogo/RJ por 3 a 0, no estádio Engenhão.

"Estou bastante incomodado com a falta de gols. Estou há um bom tempo sem marcar, mas tenho tentado manter a tranquilidade. Acredito que na hora certa, esse gol vai sair. Me cobro e tenho me esforçado para balançar as redes", lamentou o jogador, que em 2015 marcou cinco gols.

Além de construir jogadas pelos lados de campo, Lelê tem mostrado muita entrega na marcação. No esquema tático utilizado pelo técnico Marcelo Martelotte, o jogador é a válvula de escape da equipe. "Tenho buscado ajudar tanto na marcação quanto no ataque. O esquema exige isso, pois a marcação começa lá na frente Tudo isso é fruto do trabalho que foi realizado na pré-temporada. Acho que esse é o segredo", destacou.

ELENCO
"Não somos só 11 jogadores, temos um grupo. João Paulo e Wellington (Cézar) têm sido bem substituídos, mas é importante que eles retornem. Nosso elenco tem qualidade e as ausências nem atrapalham tanto", exaltou.

JUAZEIRENSE/BA
"Sabemos que não podemos pensar em tropeçar. Nosso pensamento é de vitória e sempre foi assim. Precisamos jogar mais compactos contra a Juazeirense. Precisamos manter a pegada do jogo contra o Central", disse.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Válvula de escape do Santa Cruz, Lelê revela incômodo com jejum de gols na temporada

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.