Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Atacante Grafite aceita ser cobrado por gol e espera voltar a marcar contra o CRB

Publicado: segunda-feira,5 de outubro de 2015, às 10:49
Por: Daniel Lima

Na vitória contra o Bragantino/SP, na última rodada, a torcida do Santa Cruz começou a pegar no pé de Grafite, principalmente depois que o atacante perdeu duas chances claras de balançar as redes. Encarando a cobrança com naturalidade, o camisa 23 reconheceu que precisa voltar a fazer gols para resgatar a confiança dos torcedores corais. Desde que retornou ao clube após 13 anos, ele marcou cinco gols em 11 jogos, alguns decisivos contra o Botafogo/RJ, em sua estreia, Mogi Mirim/SP e Macaé/RJ.
 
"Contra o Bragantino, tive chances mas a bola não entrou. Me movimentei bem e não deixei de lutar. Não acho muito justo este tipo de cobrança, mas é normal e entendo a torcida, até porque tenho história e experiência. A responsabilidade é grande.  Vou trabalhar para voltar a marcar", disse o centroavante.
 
Experiente, o atacante Grafite freou a empolgação por estar no G4 da Série B. Para ele, o mais difícil é ficar entre os quatro mais bem classificados até a 38ª e última rodada da competição. Contudo, ressaltou que o Santa só depende de si para conquistar o acesso à elite do futebol brasileiro. Sendo assim, a responsabilidade aumenta a cada jogo e nesta terça-feira (6), contra o CRB/AL, no Rei Pelé, não será diferente.
 
PERMANÊNCIA
"No meu ponto de vista, o mais difícil vem agora é se manter no G4. A nossa responsabilidade é maior. Dependemos apenas das nossas forças e não vai ser fácil. Várias equipes já passaram por oscilações ao longo da competição. Paysandu e Bahia frequentaram o G4 durante várias rodadas e hoje estão fora. Espero que nosso time não fique oscilando tanto assim. Até porque faltam poucas rodadas", alertou.
 
RESPONSABILIDADE
"Em outras situações, quando o time está brigando contra o rebaixamento ou tentando chegar no G4, um empate pode ser administrado. Agora, não. Temos que procurar vencer sempre. Até porque, do contrário, existe a chance de sermos ultrapassados. Mesmo jogando em Maceió contra o CRB, a nossa responsabilidade é bem maior do que a deles", advertiu.
 
AMBIENTE
"Nosso grupo é harmonioso, com muita brincadeira, mas também trabalhamos. É importante essa relação boa do grupo. Nos momentos difíceis e nos momentos bons. Superamos dificuldades e estamos em harmonia", destacou.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Atacante Grafite aceita ser cobrado por gol e espera voltar a marcar contra o CRB

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.