Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

96,1333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Jogadores do Santa comemoram entrada no grupo de acesso e torcem por tropeços de concorrentes

Publicado: terça-feira,29 de setembro de 2015, às 23:32
Por: Daniel Lima

O Santa Cruz pressionou o Bragantino/SP em maior parte da partida e mereceu a vitória pelo placar de 3 a 1, na noite desta terça-feira (29), no estádio do Arruda. De sobra, alcançou pela primeira vez o G-4 da Série B e subiu para a 3ª colocação. Contudo, depende dos resultados dos concorrentes diretos (Bahia/BA e Paysandu/PA), que jogam no final de semana, para ficar entre os quatro mais bem classificados da competição.

Os jogadores do Santa celebraram a entrada no grupo de acesso e atribuíram a conquista ao trabalho. Um ponto que chama a atenção é a reação da equipe com o técnico Marcelo Martelotte. Na 8ª rodada, o treinador pegou o time na vice-lanterna (19ª posição) e hoje está na 3ª posição. 

Danny Morais: "A gente vem merecendo esse G-4. Isso é fruto do trabalho. Estamos conseguindo os resultados e se aproximando do objetivo, mas ainda queremos mais", afirmou. 

Vitor: "Isso é sinal de um grande trabalho. A equipe está crescendo. Vamos em busca do acesso, mas ainda faltam nove decisões. Precisamos vencer o máximo de jogos", destacou.

Daniel Costa (foto): "Tínhamos um jogo controlado com o 2 a 0 no placar, mas o gol ressuscitou o Bragantino. Perdemos um jogador, mas fomos guerreiros. Mesmo com um a menos, suportamos e fizemos 3 a 1. Agora a responsabilidade fica para os times que jogam no final de semana. Entramos no G-4 e esperamos não sair mais", analisou.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Jogadores do Santa comemoram entrada no grupo de acesso e torcem por tropeços de concorrentes

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.