Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Sétimo atacante do elenco e à disposição, Bruno Mineiro é carta fora do baralho de Martelotte

Publicado: sexta-feira,25 de setembro de 2015, às 16:19
Por: Daniel Lima

A vida de Bruno Mineiro está cada vez mais complicada no Santa Cruz. Há praticamente um mês só treinando com todo o grupo e apto para atuar, ele aguarda outra chance, algo que não deve acontecer nessa reta final da Série B. O técnico Marcelo Martelotte ainda não utilizou o experiente jogador e nem o relacionou para nenhuma partida. Além do mais, o treinador sinalizou negativamente quanto ao futuro do atacante.
 
Para o comandante do Santa, Bruno Mineiro passou muito tempo parado e perdeu espaço para seus concorrentes: Grafite, Anderson Aquino, Luisinho, Bruno Moraes, Diogo Campos e Nathan. Hoje, o atacante é a sexta opção do técnico Marcelo Martelotte. Com isso, dificilmente o centroavante irá jogar sob o seu comando.
 
"Ele ficou muito tempo parado. Vai ser difícil a gente utilizar, mas não pela falta de qualidade e sim pela concorrência. Hoje, tem jogadores no grupo à frente dele. É difícil achar que Bruno (Mineiro) vai voltar no lugar de Grafite, Aquino, Bruno Moraes. A gente nunca pode falar que vai faltar oportunidades, mas existem jogadores na sua frente", disse o treinador.
 
Este ano, Bruno Mineiro só jogou nove partidas com a camisa coral das 41 da temporada. Além de poucos jogos, não marcou nenhum gol e sofreu três lesões durante quase oito meses no clube. No dia 27 de janeiro deste ano, ele chegou com rótulo de contratação diferenciada, já que se destacou em outros times pelo seu faro de gol. Caro e improdutivo, ele não mostrou o status de goleador no Santa Cruz. 
 
TRAJETÓRIA DE BRUNO MINEIRO NO SANTA CRUZ:
 
27 de janeiro – Foi apresentado oficialmente e disse: “Todos os atacantes que passaram aqui foram felizes e trouxeram alegrias para o torcedor. E comigo não vai ser diferente. Sei fazer gols e vou buscar isso”.
 
8 de fevereiro - Após a partida de estreia contra o Sport Recife, quando foi acionado no segundo tempo, ele machucou a coxa direita pela primeira vez, exatamente no jogo contra o Serra Talhada, pela segunda rodada. Ficou 66 dias de fora e praticamente não disputou o Campeonato Pernambucano.
 
9 de maio – Recuperado da lesão, Bruno Mineiro voltou a atuar, entrando no segundo tempo da partida diante do Macaé/RJ, na rodada de abertura da Série B.
 
15 de maio – Os problemas reapareceram três meses depois da primeira lesão. No jogo contra o Paraná Clube/PR, no Arruda, pelo Brasileiro da Série B, ele voltou a sentir um problema na mesma coxa. O exame de imagem apontou um simples edema, que o tirou dos gramados por apenas uma semana.
 
26 de junho – Sofreu sua terceira lesão na coxa direita (grau três) e ficou 30 dias entregue no Departamento Médico.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Sétimo atacante do elenco e à disposição, Bruno Mineiro é carta fora do baralho de Martelotte

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.